Bruno Viana: clube formador do zagueiro, Cruzeiro terá direito a percentual em caso de futura venda ao Fla

FOTO: MARCELO CORTES/CRF

Clube formador de Bruno Viana, o Cruzeiro poderá faturar com a chegada do zagueiro ao Flamengo, porém não de forma imediata. Isso porque, o Braga, de Portugal, equipe detentora dos direitos econômicos do jogador, optou por empresta-lo sem custos ao Rubro-Negro carioca.

Os mineiros tem direito a 2,8% do total de uma possível venda, em virtude do mecanismo de solidariedade (percentual da negociação destinada aos clubes formadores). Desse modo, caso o Fla decida exercer a opção de compra do defensor e pagar os 7 milhões de euros (R$ 45,6 milhões) ao Braga, o Cruzeiro receberá cerca de R$ 1,27 milhão, valor calculado na cotação atual.

Com o Cruzeiro mergulhado na crise, a quantia do mecanismo de solidariedade poderia ajudar o clube mineiro a resolver uma pendência causada pela venda do próprio Bruno Viana, em agosto de 2016. Na ocasião, depois de acertar a transferência do zagueiro ao Olympiacos, da Grécia, a Raposa não repassou ao PSTC (clube do Paraná em que Bruno atuou) os 20% do negócio que os paranaenses tinham direito.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


CONFIRA O VÍDEO NA ÍNTEGRA

Por conta do não pagamento de R$ 1,3 milhão, valor parecido com o que o Cruzeiro poderia receber na venda de Bruno ao Mais Querido, o time de Minas Gerais está impedido pela FIFA de registrar novas contratações para a temporada que se aproxima. O clube espera resolver tal situação o mais rápido possível, com a entrada de novos recursos, já que o modelo de negócio do Braga com o Flamengo (empréstimo) não concederá de imediato a quantia milionária aos cruzeirenses.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *