Com crescimento na reta final, Flamengo dispara como melhor ataque do Brasileirão

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

No último domingo (07), o Flamengo empatou com o Bragantino em 1 a 1, e perdeu um pouco de força na briga pelo título. No entanto, uma derrota inesperada do Internacional, diante do Sport, reacendeu a esperança do Mengo em ser campeão. Além disso, o setor ofensivo rubro-negro vem deixando os adversários ‘comendo poeira’ nas últimas rodadas, com marcas expressivas. Dessa forma, finalmente, o Mengo se distanciou da concorrência e deve ser o melhor ataque do Brasileirão.

Por certo, o ataque rubro-negro sempre esteve entre os melhores do Campeonato Brasileiro. Inclusive, a ofensiva do Fla já era a melhor do Brasil, com ampla margem para os adversários. Contudo, na liga nacional, alguns períodos conturbados afetaram o desempenho do Mais Querido. Apesar disso, a reta final serviu para acalmar os ânimos e, principalmente, a volta de um ídolo ajudou. Desde que retornou ao time titular, Gabigol tem sido decisivo para a boa sequência do Flamengo.

CONFIRA OS MELHORES ATAQUES DO BRASILEIRÃO:

Flamengo – 63 gols
Internacional – 58 gols
Atlético-MG – 58 gols
São Paulo – 54 gols
Grêmio – 51 gols

Se no ataque tudo caminha bem, a defesa pode ganhar um reforço de peso. Isso porque, nesta sexta (12), o zagueiro Rodrigo Caio foi reintegrado ao elenco, após longa recuperação por lesão no músculo adutor. O camisa 3 já treinou com o grupo e, dessa forma, deve ser relacionado para o duelo contra o Corinthians. Além disso, o meia Diego Ribas também retorna diante da equipe paulista, depois de cumprir suspensão automática na última rodada do Brasileirão.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


A fim de buscar a liderança, elenco e comissão técnica mantêm o foco na preparação para o duelo contra o Corinthians. O Flamengo encara o rival paulista neste domingo (14), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida contará com exibição da TV Globo, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *