Predestinado, libertador e ídolo: Gabigol completa 100 jogos pelo Flamengo neste domingo

FOTOS: ANDRÉ DURÃO/DAVID NHORMA/ALEXANDRE VIDAL/ANDRÉ DURÃO

Por: Guilherme Calvano

Em pouco mais de dois anos no Flamengo, Gabigol conquistou a torcida rubro-negra e cravou seu nome na história do clube. Com gols, assistências, provocações aos rivais e títulos, o camisa 9 se tornou um dos principais símbolos de um time vencedor e avassalador, que faturou os principais troféus do Brasil e da América. Neste domingo (14), diante do Corinthians, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante atingirá a marca de 100 jogos vestindo o Manto Sagrado.

No início de 2019, o Flamengo acertou, junto à Internazionale, da Itália, o empréstimo de Gabigol. A primeira temporada do atleta no clube pode ser considerada perfeita: foi campeão carioca e levantou o título do Campeonato Brasileiro, sagrando-se artilheiro da competição nacional de pontos corridos, com 25 gols. Apesar de tais feitos, o melhor ainda estava por vir.

No fatídico dia 23 de novembro de 2019, Gabriel Barbosa entrou de fato na prateleira dos maiores ídolos da história do Flamengo. Em Lima, no Peru, o clube da Gávea perdia a decisão da Copa Libertadores para o River Plate até os 43 minutos do segundo tempo. Gabi, que não fazia boa partida e esbarrava na dura marcação argentina, balançou as redes duas vezes em curto intervalo de tempo (aos 43 e aos 46), mudou a história da decisão e deu a América aos rubro-negros depois de 38 anos de espera.

Imortalizado no Mais Querido, Gabriel Barbosa virou o maior ídolo de uma geração que não viu Zico jogar. Além dos gols e lances decisivos, a imediata identificação do atacante, revelado pelo Santos, com o Flamengo, conquistou a Nação Rubro-Negra. O “hoje tem gol do Gabigol” virou febre no Maracanã e nos estádios Brasil à fora e fez do atacante um fenômeno no continente sul-americano.

Na atual temporada (2020-2021), o artilheiro teve de lidar com sucessivas lesões, que acabaram o tirando dos gramados por dois meses. Contudo, mesmo com todas as dificuldades e jogando menos partidas, o camisa 9 manteve sua média, fez jus ao apelido e é o artilheiro do Mengo, com 25 gols.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


CONFIRA NÚMEROS DE GABIGOL NO FLAMENGO
2019
59 jogos
43 gols
12 assistências

2020/2021
40 jogos
25 gols
12 assistências

Total
99 jogos
68 gols
24 assistências

Com seu homem-gol à disposição, o Flamengo segue lutando por mais um título brasileiro. Neste domingo (14), às 16h (horário de Brasília), o Rubro-Negro recebe o Corinthians, no Maracanã, em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileirão.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *