“Tomou medicamento injetável para tentar ir ao jogo”, revela Ceni sobre esforço de Arão

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO


Na última quinta-feira (18), às vésperas do jogo decisivo contra o Internacional, a notícia da lesão de Willian Arão pegou a torcida do Flamengo de surpresa, visto que o camisa 5 é um dos principais e mais versáteis jogadores do elenco. Desfalque na partida contra o Colorado, o volante/zagueiro, no entanto, fez todos os esforços possíveis para entrar em campo e ajudar o Mais Querido.

Conforme revelado por Rogério Ceni, Willian Arão, que fraturou a falange distal do dedo do pé, no vestiário, tomou um medicamento injetável na tentativa de suportar a dor da lesão e ir para o jogo.

Hoje, ele tinha uma pequena chance de jogar e ele quis tentar até o final, tomou medicamente injetável para tentar ir ao jogo, mas, no aquecimento, sentiu o pé e isso tirou a possibilidade dele jogar -, disse o treinador, antes de prosseguir:

Nós temos uma esperança maior de, para o próximo jogo, poder contar com Willian Arão. É de se destacar o esforço dele para estar presente. Cortamos um goleiro (da lista de relacionados) pelo espírito de liderança e comportamental dele -, concluiu.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Arão não participou ativamente da vitória por 2×1 sobre o Internacional, mas foi peça de destaque no banco de reservas do Mais Querido. O atleta, que em alguns momentos atuou como um “auxiliar técnico” de Ceni, dava instrução aos companheiros, e chamou atenção pelas vibrações e pelo espírito de liderança.

Ainda segundo Ceni, existe uma esperança na recuperação de Willian Arão, que poderá estar à disposição do treinador para a grande final do Campeonato Brasileiro: o jogo contra o São Paulo. A decisão será disputada na próxima quinta-feira (28), no Morumbi.

Melhor visitante do Brasileirão, o Flamengo vai até a casa do adversário para buscar o octacampeonato. Atual campeão do torneio e com uma das mãos na taça, o Mengo precisa apenas de uma vitória para sacramentar o favoritismo e erguer o troféu.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *