Com brecha no meio campo, Hugo Moura ganha moral e pode ter espaço no Flamengo de Ceni

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Com o elenco principal de folga, o Flamengo iniciou a temporada de 2021 com um time alternativo, formado em sua maioria por jovens da base e contando com alguns reforços. Hugo Moura foi um dos jogadores que ganhou oportunidade. Para conquistar espaço, o volante antecipou sua reapresentação e, com boas atuações no Campeonato Carioca, ganha moral e vem sendo observado de perto por Rogério Ceni.

Sem chance no Flamengo em 2020, Hugo Moura foi emprestado para o Coritiba. No entanto, com a chegada de Ceni, o jogador viu uma nova chance com o Manto Sagrado. Isso porque, o treinador pediu para que o atleta fosse reintegrado ao elenco rubro-negro para a temporada de 2021. Desta forma, com as recentes mudanças no esquema do time, visto que Willian Arão está atuando como zagueiro, há uma brecha no meio campo que pode ser preenchida pelo jovem volante.

Querido por Ceni e com as boas atuações no Carioca, Hugo Moura ganha moral e pode ter espaço para atuar ao longo da temporada. Na vitória contra o Macaé, o volante chamou atenção e obteve números invejáveis: 100% de precisão nos passes (81/81), líder em volume e aproveitamento, além de dois desarmes certos e três lançamentos ‘na medida’. No último jogo, apesar da derrota para o Fluminense, o jogador foi um dos melhores em campo.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Nesta segunda-feira (15), o elenco principal do Flamengo se reapresenta no Ninho do Urubu. Com isso, Hugo Moura tem a missão de se destacar nos treinamentos ao lado de vários craques para ganhar espaço com o técnico Rogério Ceni. O próximo compromisso do Fla está marcado para sexta-feira (19), às 21h (horário de Brasília), contra o Resende, no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Carioca.

Revelado pelo Flamengo, Hugo Moura realizou somente 13 partidas pelo profissional: cinco vitórias, seis empates e duas derrotas. Pelo Coritiba, o volante teve mais oportunidade. Ao todo, foram 28 jogos: cinco vitórias, nove empates e 14 derrotas. Cabe destacar que o único gol foi marcado com a camisa do Coxa, contra o Vasco. A atuação do jogador na partida contra o Cruzmaltino, chamou atenção da diretoria em São Januário, que tentou a contração do atleta, no entanto, a negociação não foi para frente.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Volantes do flamengo, 1 Arão 2 Gerson 3 Diego 4 João Gomes 5 Pepe e 6 Daniel Cabral, tem
    certeza que Ceni pediu Hugo Moura. Esses 3 jogos do carioca serviram pra mostrar alguma
    coisa, pelo menos pra mim, Pepe, João Gomes e Daniel Cabral se não são melhores estão no
    mesmo nível do Hugo Moura, onde eu vi a deficiência do flamengo nesses 3 jogos foi no
    ataque, realmente a base não possui atacantes pra substituir os atacantes, se por contusão
    ou convocação perdermos dois dos titulares, a coisa vai ficar esquisita.

  • Bom dia! Demitem logo esse técnico limitado antes que seja tarde! SRN