Lesionado, Pedro corre risco de não enfrentar Palmeiras na Supercopa do Brasil

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

Rogério Ceni comanda a pré-temporada do elenco principal, que conta com o time considerado ‘titular‘. Porém, espécie de 12° jogador de Ceni, Pedro foi liberado para reforçar a equipe de Maurício Souza no início desta Taça Guanabara. O centroavante, no entanto, se lesionou na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, na quarta-feira (24), e pode ficar de fora da final da Supercopa.

 

 

O departamento médico diagnosticou lesão no adutor da coxa esquerda. A contusão é de grau 1, ou seja, a mais leve possível. No entanto, por conta do local, requer maior atenção na recuperação, prevista para durar de duas a três semanas. Por isso, Pedro pode ficar de fora da partida contra o Palmeiras, na finalíssima da Supercopa do Brasil, marcada para o dia 11 de abril. As informações foram divulgadas primeiramente pelo canal Venê Casagrande, no Youtube.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Pedro é um dos principais jogadores do atual elenco rubro-negro, e o centroavante é desfalque certo nos próximos jogos do time carioca. Antes de enfrentar o Palmeiras, o Flamengo encara Boavista, Madureira e, a princípio, Vasco da Gama. Isso porque, a partida contra o Cruzmaltino está prevista para 10 de abril, um dia antes da final da Supercopa. A FERJ, no entanto, ainda não se posicionou se irá antecipar ou postergar o clássico.

Em meio a isso, o departamento médico do Flamengo promete intensificar os trabalhos, visando ter Pedro para a partida contra o Palmeiras, que será disputada em Brasília, no estádio Mané Garrincha. Confirmado, até agora, apenas a ausência do centroavante contra o Boavista, às 21h05 (horário de Brasília) deste sábado (27). O duelo é válido pela sexta rodada da Taça Guanabara e será jogado no estádio de Bacaxá.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Se depender dele vai voltar sim. Não chegou a forçar tanto, saindo logo assim que sentiu o desconforto. Departamento médico já entrou em ação.