Cinco meses após deixar o Flamengo, Domènec Torrent segue sem comandar nenhum clube

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Em 2020, após Jorge Jesus deixar o Flamengo rumo ao Benfica, de Portugal, o Mais Querido trouxe o catalão Domènec Torrent para assumir o cargo de treinador rubro-negro. Com a difícil missão de substituir Mister, Dome acabou sendo dispensado no começo de novembro e, desde então, segue sem comandar nenhum clube.

Cinco meses após ter deixado o Flamengo, Domènec Torrent continua buscando uma nova equipe para treinar. No entanto, apesar de ter revelado recentemente que recebeu algumas propostas, o técnico afirmou que não pretendia assumir um clube sem que tenha um projeto a longo prazo que o encante.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Ex-auxiliar de Pep Guardiola em três times do futebol europeu (Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City), o catalão teve vida curta no futebol brasileiro e ficou no Mais Querido entre julho e novembro do ano passado. Muito pressionado por parte da torcida, o treinador abriu espaço para Rogério Ceni assumir o Rubro-Negro.

À frente do Flamengo, no Brasileirão, Dome obteve um aproveitamento de 58,8%. Foram 10 vitórias, cinco empates e cinco derrotas. Em meio a isso, o catalão deixou o clube carioca na terceira colocação na tabela de classificação antes de ser demitido. Representando o Rubro-Negro, Domènec obteve 26 jogos, sendo 15 triunfos, cinco empates e seis reveses, ou seja, um rendimento de 64,10%.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *