Flamengo quita última parcela referente à compra de Michael nesta quinta-feira

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

Nesta quinta-feira (01), o Flamengo pagará ao Goiás a última parcela referente à compra do atacante Michael. Em suma, pelo acordo firmado entre os dois clubes, o Rubro-Negro carioca desembolsará 1,1 milhão de euros, que será quitado levando em conta a cotação da época da transação.

Vale destacar que o Mais Querido adquiriu 80% dos direitos econômicos do jogador. O restante está dividido entre o próprio Goiás e o Goianésia, primeiro clube em que Michael atuou. Com o última parcela sendo quitada nesta quinta pelo Mengo, confira abaixo como fica a situação geral da transferência.

05/02/2020: €2,5 milhões (quitado)
15/07/2020: €1,4 milhão (quitado)
25/01/2021: €2,5 milhões (quitado)
01/04/2021: € 1,1 milhão (a quitar)


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Desde que chegou ao Clube da Gávea, Michael não correspondeu às expectativas em campo. Contratado a peso de ouro, o atleta nunca conseguiu repetir o bom futebol que desempenhou no Goiás. No Demonstrativo Financeiro de 2020 do Fla, consta que o Mais Querido desembolsou R$ 38,49 milhões, somando o montante pago aos goianos e os custos da operação, como luvas do jogador e comissionamento do empresário, para contratar Michael.

Vestindo o Manto Sagrado, ele disputou 48 jogos e balançou as redes apenas quatro vezes. Nesta segunda-feira (05), com Michael novamente à disposição, o Flamengo enfrenta o Madureira, às 21h (horário de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em jogo válido pela oitava rodada da Taça Guanabara.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Muito dinheiro para pouco futebol. acharam caro Rafinha não entendo como é que pagar uma fortuna por um jogador fraco como Michael. Rafinha dá de 20 a 0 em Michael. Um absurdo isso.

  • Dinheiro jogado fora,não sei como esse rapaz é jogador profissional.

  • O Flamengo tinha que acionar o Procon. Produto com defeito de fábrica e vícios ocultos. Causando deficiência em seu funcionamento. Tendo o clube grande prejuízo financeiro, tendo o vendedor a ressarcir o valor pago e o flamengo devolver o produto defeituoso.

  • Marcos Braz vai levar o Flamengo a falência …bandeira de melo volta help