Fora o baile! Com dois de Gabigol, Flamengo goleia o Madureira e retoma a liderança do Cariocão

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Por: Paula Mattos

Nesta segunda-feira (05), Flamengo e Madureira entraram em campo pela oitava rodada do Campeonato Carioca. O jogo foi disputado no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 21h (horário de Brasília). Com time titular, o Rubro-Negro buscava a sua sexta vitória na competição e visava retomar o topo da tabela.

O JOGO:

Aos seis minutos, após uma linda jogada coletiva do Flamengo, Gabigol balançou as redes e marcou o primeiro gol do jogo. No entanto, o bandeirinha assinalou impedimento. A jogada era legal e foi mal anulada. Vale lembrar que, nesta rodada do Cariocão, não há utilização do VAR para conferência dos lances.

Aos 13, mais uma grande chance pro Mais Querido abrir o placar. Diego sofreu falta na entrada da grande área, mas Everton Ribeiro bateu mal na bola, que explodiu na barreira. O Rubro-Negro continuou pressionando e bombardeou o Madureira, acertando duas bolas na trave do goleiro Felipe. Impressionante como não saiu o primeiro tento.

Aos 16, depois de muita pressão o Flamengo, pênalti a favor do Mais Querido. Bruno Henrique foi derrubado dentro da área e Gabigol, com muita categoria, abriu o placar. Mengo 1×0.

Na resposta, o Madureira teve sua primeira oportunidade e tentou assustar Diego Alves, que caiu bem para fazer a defesa. Apesar do susto oferecido pelo Tricolor Suburbano, o Flamengo não demorou a retomar o domínio na partida, e aos 21 minutos, ampliou o marcador. Gerson, com habilidade, marcou um golaço. Mengo 2×0.

Sem descanso, o Flamengo não deixava o Madureira respirar, e logo após o gol de Gerson, quase marcou o terceiro, com Arrascaeta. O uruguaio recebeu na entrada da área e finalizou, mas parou na defesa de Felipe Lacerda.

Com um inicio de jogo AVASSALADOR, o Flamengo ampliou o placar aos 28, com Gabigol. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Caio cabeceia forte, mas o goleiro adversário defende. No rebote, Gabi não perde a oportunidade e manda pro fundo das redes de Felipe Lacerda. Mengo 3×0.

Imparável, aos 43 minutos, o Flamengo aumentou a vantagem do marcador. Gerson encontrou Isla na direita, e o lateral encontrou Diego pelo meio, pronto para finalizar. A bola desviou e tirou qualquer chance de defesa do goleiro adversário. Mengo 4×0.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Apesar da vantagem conquistada no primeiro tempo, o Flamengo não diminuiu a intensidade e voltou para a segunda etapa com o mesmo domínio apresentado nos 45 minutos iniciais.

Ainda que o Rubro-Negro estivesse amassando o adversário, aos 12 minutos, viu o Madureira descontar a goleada. Após cobrança de escanteio fechadinha, Luiz Paulo, sem marcação, subiu sozinho para marcar. Mengo 4×1.

O gol sofrido não abalou o Mais Querido, que respondeu no lance seguinte e quase marcou o quinto gol. Bruno Henrique comandou a jogada pela esquerda e encontrou Gabigol, que finalizou na rede pelo lado de fora.

Com pressão a todo instante, o Flamengo continuava buscando ampliar o marcador, e não demorou muito para conseguir. Aos 19, simplesmente, GIORGIAN DE ARRASCAETA! Que homem, que categoria! O uruguaio mais amado do Brasil recebeu na esquerda, deixou a marcação na saudade e bateu no cantinho direito de Felipe Lacerda para ampliar o placar. Mengo 5×1.

Após o quinto gol, Rogério Ceni fez a primeira substituição no Mais Querido. O treinador tirou Rodrigo Caio, que retornava de lesão, para a entrada de Bruno Viana, o novato que tem agradado a Maior Torcida do Mundo com suas exibições.

Com um placar extremamente confortável, aos 30, Rogério Ceni fez uma substituição tripla no Flamengo: saíram Diego, Everton Ribeiro e Gerson, para as entradas de João Gomes, Hugo Moura e Rodrigo Muniz.

Aos 36 minutos, após amplo domínio do Mengo, o Madureira teve uma boa falta a seu favor, mas a cobrança explodiu na barreira montada por Diego Alves e não levou perigo ao camisa 1. No lance seguinte, Ceni fez a última alteração do Flamengo, quando tirou Isla para a entrada de Vitinho.

Nos instantes finais da partida, o Mais Querido diminuiu um pouco a intensidade e apenas precisou administrar o marcador. Nos acréscimos, princípio de confusão dentro de campo, após entrada dura de Bruno Oliveira em Rodrigo Muniz. Com o lance, o lateral do Madureira foi expulso. Pelo lado do Mengo, cartão amarelo para Bruno Henrique.

Sem mais surpresas, fim de papo em Volta Redonda. Flamengo 5×1 Madureira. Com a vitória, o Rubro-Negro retomou a liderança do Cariocão.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *