Ceni exalta ‘foco’ de Gabigol e aponta amizade com o atacante: “Fiquei feliz pelos gols dele”

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

No último sábado (08), o Flamengo venceu o Volta Redonda por 4 a 1 e carimbou a classificação para a final do Carioca. Destaque do jogo com dois gols, Gabigol recebeu muitos elogios do técnico Rogério Ceni. O jogador tem mostrado potencial em campo! Aliás, se você quiser aproveitar esta boa fase do Gabigol com o melhor das apostas esportivas online, pode clicar aqui e descobrir este conteúdo especial que foi preparado para você. Na entrevista coletiva após a partida, o treinador rubro-negro comentou sobre as rotinas do camisa 9 e, por certo, revelou uma grande amizade com o atacante do Mais Querido.

Eu trabalho com ele todos os dias. Ele gosta de fazer finalizações. Às vezes trabalho com ele isoladamente 10, 15 bolas. Ele já tem esse talento e aprimorando, repetindo, é a única maneira de se evoluir. Onde ele vai chegar são onde os desejos, os sonhos, o quanto ele estiver disposto a se entregar. Eu acho que ele já está num lugar fantástico – disse, antes de completar:

E pode progredir cada vez mais com gols, mais títulos, mas vai depender muito dele. Eu fico feliz hoje de poder vê-lo como capitão do time. Apesar de jovem, ser um cara extrovertido, levou com seriedade, um discurso bacana, fiquei feliz pelos gols dele, pelo resultado e pela maneira como se comportou – completou.

Além disso, o treinador exaltou uma posição que Gabigol já merecia neste elenco: a faixa de capitão. Sem Diego Alves, Everton Ribeiro e Diego Ribas, o camisa 9 herdou a braçadeira e, segundo Ceni, levou com seriedade. Vale destacar, também, o faro do atacante, sempre em busca da bola na rede. O comandante celebrou a excelente fase do ídolo da Nação e comentou o quanto ele motiva os outros atletas do elenco.

 

Como ele gosta de reclamar bastante, no bom sentido, eu fiquei feliz por ele. Eu acho que ele se sentiu ainda mais feliz com a faixa de capitão. Ele fez os gols, está sempre querendo jogar, é jovem. Hoje eu tentei poupar um pouquinho, mas ele tem sempre essa vontade de jogo e isso desperta nos outro atletas – afirmou.

Foi uma postura diferente com a faixa de capitão e eu acho que isso foi o mais importante. E ele saiu feliz com os dois gols. É sempre importante. Jogou seus 60, 70 minutos e a gente poupou um pouco para o jogo de terça – completou o treinador.

Com Gabigol à disposição, o técnico Rogério Ceni visa um plano de preparação eficiente, a fim de manter os 100% na Libertadores. Assim, o Flamengo enfrenta o Unión La Calera nesta terça-feira (11), às 21h30 (horário de Brasília), em Santiago. A partida contará com exibição do SBT, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *