Dirigentes se reúnem com Rogério Ceni e descartam demissão do técnico no Flamengo

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Rogério Ceni chegou ao Flamengo em novembro de 2020 e ainda não conseguiu cair nas graças da torcida. Não à toa, mesmo com as conquistas recentes da equipe, o treinador sofre pressão e, inclusive, há torcedores pedindo a demissão do comandante nas redes sociais. Entretanto, os dirigentes se reuniram com o técnico, avaliaram o trabalho e o asseguraram no cargo.

 

A diretoria garantiu a Rogério Ceni que o trabalho terá prosseguimento e se demonstrou satisfeito, até o momento, com os números da equipe. Os dirigentes deram apoio e respaldo ao técnico. Sendo assim, Ceni é o treinador do Flamengo para este início de Brasileirão. As informações foram divulgadas pelo jornalista Venê Casagrande, do jornal O Dia.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Rogério Ceni é avaliado diariamente pelos dirigentes e alguns fatores contam a favor: antes do treinador, os atletas corriam, juntos, por jogo, cerca de 110 km, em média. Com ele, são 90 km, próximo à época de Jorge Jesus. Além de correr menos, a alta média de posse de bola, 60%, mostra a organização tática da equipe, na visão da diretoria. Os gols marcados também são vistos como ponto positivo.

Até o momento, o Flamengo fizera 50 tentos em 22 jogos disputados na atual temporada, sendo 42 deles de dentro da área, o que dá 84%. Outra estatística que joga a favor de Rogério Ceni é o fato de o time ter marcado dois ou mais gols em 16 dos 22 confrontos desta jornada (72,7%). Por isso, na última conversa entre o Departamento de Futebol e o treinador, foi dado respaldo e dito que todos da cúpula confiam no comandante.

Além dos números, claro, os dirigentes se apegam aos títulos conquistados pelo Flamengo com Rogério Ceni. Até então, o Rubro-Negro ganhou quatro troféus: Brasileirão de 2020, Supercopa do Brasil, Taça Guanabara e Campeonato Carioca, estes últimos nesta temporada. Somando-se a isso, o Mengão se classificou em primeiro na fase de grupos da Libertadores da América, sem perder nenhum jogo nesta etapa do torneio continental.

Com tranquilidade no cargo, Rogério Ceni prepara o elenco do Flamengo para encarar o Palmeiras, neste domingo (30). O Rubro-Negro entra em campo às 16h (horário de Brasília), pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo será disputado no Maracanã, e o treinador precisa da vitória para também acalmar os ânimos dos torcedores críticos ao trabalho do comandante.

Veja também

  • Pros modinhas aí e os nutela que só sabe reclamar vão torcer pro Vasco bota fogo Cruzeiro pelo jeito não gostam de titulos só pra lembrar esquece jj a memória e curta vcs lembram que o renato gaúcho recusou nosso Mengão antes jj chegar

  • E as “viúvas” do Jorge Jesus, os “noivos” da maria faladeira gaúcha mas que andam agora querendo noites “calientes” com o Crespo, dando uma de pitonisa e projetando derrotas, eliminações, desgraça, prejuízos, rebaixamentos, etc…

    Sinceramente, a Torcida do Flamengo já foi bem melhor…

  • Têm torcedores, que sem motivo plausível pedem a saída do Ceni. Fica pergunta: colocar quem?

  • Vamos tomar no caneco nos mata mata aí eles abrem o olho e quem sabe salvam o brasileirao

  • Rogério não tem competência pra treinar esse time. Os títulos conquistados foram mais pelo talento individual do que pela tática. Em jogos grandes o time fraqueja e se pegarmos o São Paulo, River ou Boca na próxima fase seremos eliminados. Everton Ribeiro e Isla estão em péssima fase e mesmo assim não perdem a titularidade. Rogério nào sabe fazer a leitura tática dos jogos e acaba substituindo mal.

  • Negócio é o seguinte galera, lado direito tá fraco demais – Isla precisa sair e entrar Matheuzinho.
    Everton Ribeiro : avaliar ao fim do primeiro tempo – se não jogou bem, SAI e coloquem de preferência o Michael. Se derem sequência a ele, vai arrebentar. Vitinho não anda jogando NADA.

  • A Diretoria não pode se influenciar com os modinhas e alguns Antis da imprensa que querem ver o circo pegar fogo. O Rogério é dedicado e comprometido com o que faz e tem experiência suficiente para dirigir um grupo vencedor. Não se deve julgar um técnico apenas por um simples empate. Precisamos levar também em consideração o mérito dos adversários Qualquer mudança nesse momento vai mexer com o lado psicológico do grupo e trazer somente alegrias para os ANTIS. Acorda diretoria e priorize apenas as contratações pontuais que são necessários para o planejamento técnico. . Os resultados mostram que o Ceni vem dando conta do recado. Nenhum técnico vai conseguir fazer o Mengão jogar igual a 2019. Nem o próprio JJ que nada conseguiu depois que saiu do Mais Querido.

  • Quer dizer que “ESTÁ PRESTIGIADO” humm to entendendo…

  • Vamos passar pelo Coxa na Copa do Brasil e só. Dependendo do sorteio da Libertadores podemos jogar mais uma fase. A desculpa pro início ruim do brasileirão já está pronta: “falei que junho seria difícil, perdemos muitos jogadores para as seleções”. Aí essa diretoria vai desesperada no mercado, tentar contratar um treinador de verdade prá tentar diminuir o prejuízo do clube. Final do ano, mais vendas de jogadores para equilibrar o caixa. A história se repete. E prá essa diretoria isso tem nome: PLANEJAMENTO!!!

  • Mano, fizera não é tempo passado, não maltrate a língua portuguesa. E Rogério Ceni fica.

  • Sim, a demissão está descartada…
    .
    .
    .
    .
    até o primeiro sacode que Fla tomar de algum time mais bem organizado taticamente com
    elenco de médio pra bom.

Comentários não são permitidos.