Meia do Lyon garante não ter mágoa do Flamengo e afirma: “Não fecharia essa porta”

FOTO: DIVULGAÇÃO/ LYON

Ex-Athletico-PR e atualmente no Lyon, da França, o brasileiro Bruno Guimarães já teve passagem pelo futsal do Flamengo nas categorias de base. Em entrevista ao Lance!, nesta segunda-feira (03), o jogador relembrou o passado no Rubro-Negro e lamentou não ter tido mais oportunidades. Contudo, ele revelou que não guarda mágoa do Mais Querido e não descartou jogar pelo clube no futuro.

– Eu joguei muito tempo no futsal do Flamengo, acho que uns três, quatro anos, e a minha única “mágoa” foi não ter sido chamado para o futebol de campo. Eu sempre estive lá, era o capitão da equipe, e não tive essa oportunidade de ir para o campo. Mas não guardo nenhuma mágoa, não. Eu era muito jovem, tinha 11, 12 anos, não guardo mágoa nenhuma, não.

– É difícil dar essa resposta (volta ao futebol brasileiro). Eu tenho um carinho muito grande pelo Athletico, foi o clube que me fez aparecer para o cenário mundial, mas é difícil eu falar que não jogaria num clube. A gente sabe como é o futebol hoje em dia, as coisas acontecem muito rápido, e eu não fecharia essa porta (Flamengo).


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Aos 23 anos, Bruno Guimarães atua junto do cria da Gávea, Lucas Paquetá, no Lyon. Antes, o jogador teve ótima passagem pelo Athletico-PR, onde despertou o interesse do futebol europeu. No clube paranaense, o meia conquistou a Copa do Brasil 2019 e a Copa Sul-Americana 2018, sendo um dos protagonistas do time.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Parece que esta faltando notícias do Flamengo, que matéria fraca, pobre e sem sentido pois afinal quem é Bruno Guimarães na fila do pão ???