Flamengo ‘bate o martelo’ e decide não liberar Pedro para Olimpíadas de Tóquio

FOTO: RICARDO NOGUEIRA/CBF

Por: Letícia Marques e Paula Mattos

Com quatro jogadores na ‘pré-lista’ de convocados para a disputa das Olimpíadas de Tóquio, o Flamengo bateu o martelo e decidiu não liberar Pedro para o torneio. Lidando com desfalques constantes devido à Copa América, a perda do camisa 21 por aproximadamente um mês, considerando as competições nacionais e continentais em andamento, pesou na decisão da diretoria. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Mauro Cezar Pereira e confirmada pelo Coluna do Fla.

Além de Pedro, os outros três jogadores rubro-negros que aparecem na lista de pré-convocados são: Gabigol, Rodrigo Caio e Gerson. No entanto, como o camisa 9 está defendendo a Seleção Brasileira na Copa América, não será chamado por André Jardine para os Jogos Olímpicos. Já o volante, até a competição iniciar, não pertencerá mais ao Fla, pois está vendido para o Olympique de Marselha. O zagueiro, por sua vez, ainda tem o ‘convite’ como incerto.


Qual será a próxima vítima do Flamengo? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


A abertura das Olimpíadas de Tóquio acontecerá no dia 23 de julho. Como os atletas precisam se apresentar antes à Seleção, se fossem liberados, ficariam de fora dos jogos das oitavas de final da Copa Libertadores da América, contra o Defensa y Justicia, além de diversas rodadas do Campeonato Brasileiro e possíveis partidas das quartas da Copa do Brasil, caso o Mengo se classifique.

Com Covid-19, Pedro desfalca o Flamengo nesta quarta-feira (16), quando a equipe recebe o Coritiba no Maracanã, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O confronto acontecerá a partir das 21h30 (horário de Brasília). Como venceu a primeira partida por 1 a 0, no Couto Pereira, o Fla tem a vantagem do empate neste embate. Além do camisa 21, o Fla não poderá contar com: Gabigol, Everton Ribeiro, Isla, Arrascaeta e Piris da Motta, todos disputando a Copa América.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Certamente, é um momento difícil para clube e para jogador.
    Pedro vive um grande momento e os jogos olímpicos seriam a vitrine maior, até então.
    Outros grandes momentos virão e Pedro não vai desperdiçar. Entretanto, a CBF “esvaziou” a nossa equipe e não dá nenhum retorno, muito pelo contrário. Até no uniforme, que dá retorno financeiro ao clube, a famosa confederação quer “meter a colher”.
    BAP foi sarcasticamente certeiro, com sua charada, cuja resposta é CBF.