Ginasta do Fla garante medalha de ouro no Pan-Americano e carimba passagem para Olimpíadas de Tóquio

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Na terra, no mar, em campo, nas quadras, no ginásio… Não importa onde, o Flamengo sempre busca fazer jus ao seu hino e “vencer, vencer, vencer”. E foi visando uma vitória que a ginasta Rebeca Andrade entrou na Arena Carioca 1 para dar show, conquistar a mealha de ouro e carimbar o passaporte para as Olimpíadas de Tóquio.

A ginasta do Rubro-Negro deu show neste sábado (05), venceu o Pan-Americano do Rio com medalha de ouro no individual geral e vai representar a ginástica artística feminina brasileira no Japão. Com a conquista, Rebeca se junta à Flávia Saraiva, também atleta do Mais Querido, já classificada para os Jogos Olímpicos.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Atleta do Flamengo, Rebeca foi a melhor ginasta da competição, que foi disputada na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro. Aos 22 anos, a jovem se destacou em todos os aparelhos e encerrou sua participação gloriosa com um total de 56.700 pontos.

As maiores notas da rubro-negra foram no salto e nas barras assimétricas, e a pior, na trave. Para o solo, Rebeca escolheu uma música brasileira e foi embalada ao som de ‘Baile de Favela’, fechando sua participação no Pan. Ao final do torneio, Rebeca Andrade falou sobre a conquista da medalha de ouro e sobre a vaga garantida nas Olimpíadas de Tóquio.

“Eu estou muito feliz, não vou negar. Estava há muito tempo sem competir e é muito bom voltar a competir, principalmente em casa. Seguramos o rojão e é isso aí. Meu pensamento é sempre o mesmo. O Pan-Americano era a minha Olimpíada. Graças a Deus eu consegui manter a calma e isso foi muito importante. Eu amo saltar, adoro fazer o salto. Paralela é o meu favorito e o solo, por tudo que envolve, eu gosto muito também”.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *