Olivinha exalta conexão com torcida do Flamengo e lamenta temporada sem público nos ginásios

FOTO: GASPAR NÓBREGA/BCLA

Campeão de tudo que disputou, o Flamengo alcançou temporada histórica no basquete do Brasil em 2021. Contudo, em meio à pandemia, o time não pôde contar com a presença de seu maior patrimônio: a Nação Rubro-Negra. Em entrevista ao “Canal barbaridade”, na última terça-feira (01), o “Deus da Raça”, Olivinha, falou sobre sua conexão com a torcida flamenguista e lamentou a ausência do público nos ginásios.

– Para mim foi muito ruim, muito complicado realmente. Eu sou o cara que gosta de energia. Sempre que tem torcida, eu tento colocar a energia da torcida que vem de fora para dentro da quadra. Isso me motiva bastante. No basquete a gente tem muitos altos e baixos na partida, e quando a gente está em um momento ruim, a torcida aparece e começa a cantar cada vez mais alto. Isso faz a gente se matar na quadra, disputar todas as bolas, comemorar cada lance.

– Nas finais e playoffs, quando tem mais de 10 mil pessoas, eu já entro em quadra eu já quero entrar de voadora em alguém, com muita energia, falando que vou ‘matar’ quem estiver na minha frente. Então é uma motivação muito grande ter os torcedores, e nessa temporada eu não tive, foi muito difícil.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com 100% de aproveitamento de títulos na temporada, o Flamengo conquistou o Carioca, o Super 8, a Basketball Champions League Américas e o NBB (Novo Basquete Brasil). Além dos quatro títulos, o Orgulho da Nação ainda não perdeu no ano de 2021, terminando a temporada com 33 jogos de invencibilidade.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *