Sem sofrer gol em dois jogos seguidos, defesa do Fla passa confiança e Ceni ganha ‘alívio’

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

No último domingo (30), o Flamengo venceu o Palmeiras por 1 a 0 e estreou com o pé direito no Brasileirão. No entanto, além do triunfo em si, o Mais Querido celebrou marca importante: dois jogos sem sofrer gol. Com muitos problemas defensivos, o Rubro-Negro conseguiu manter a meta intocada e, agora, mira melhorar ainda mais o retrospecto. Assim, a o setor passou confiança e Ceni ganha ‘respiro’ no comando do Mengo.

Vale destacar que, até o momento, o Mais Querido teve apenas sete jogos sem sofrer gols na temporada. Como mencionado, a defesa rubro-negra já viveu maus bocados, especialmente na ausência de Rodrigo Caio. O zagueiro esteve no departamento médico por um bom tempo e, com isso, Willian Arão se tornou referência no setor, mesmo sendo volante de origem. Dessa forma, os dois confrontos sem ser vazado aumentam demais a confiança do Fla.

CONFIRA AS OPÇÕES DE CENI PARA FORMAR A ZAGA DO FLAMENGO:

Rodrigo Caio
Willian Arão
Gustavo Henrique
Léo Pereira
Bruno Viana
Gabriel Noga

Apesar da boa fase, o Mais Querido pode perder o camisa 3 para a Copa América. Isso porque, até o momento, o torneio continental está marcado para acontecer no Brasil, daqui a 10 dias. Dessa forma, caso Rodrigo Caio esteja na lista, o Rubro-Negro ficará sem seu melhor zagueiro por um grande período de tempo. Com isso, Ceni precisará dar confiança aos reservas, especialmente Bruno Viana, que vive momento conturbado no clube.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


A fim de manter a boa fase do sistema defensivo, o Mais Querido segue o plano de preparação visando o próximo compromisso na temporada. Por conta do ‘recesso’ da Data FIFA, o Flamengo volta a campo somente na quinta-feira (10), contra o Coritiba, pela terceira fase da Copa do Brasil. A partida acontecerá às 21h30 (horário de Brasília), no Couto Pereira.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O Rodrigo Caio passa confiança, mais sozinho, vai chegar uma hora, que ele não vai dar conta.