Dirigente do Fla detona Prefeitura do Rio sobre volta de público aos estádios e questiona: “O vírus é seletivo?”

FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM DUNSHEE

Com o avanço na campanha de vacinação por todo o país, está sendo debatida, com mais ênfase, a questão de retorno gradual de público aos estádios. Nesta terça-feira (27), após Belo Horizonte anunciar a liberação da volta parcial de torcedores, o vice-presidente geral e jurídico o Flamengo, Rodrigo Dunshee, detonou a Prefeitura do Rio e questionou sobre o veto para a presença de rubro-negros nos jogos.

“Aqui no RJ só pode a Copa América e as finais da Libertadores… Será que vírus é seletivo e só ataca Rubro-negros?”, escreveu o dirigente em seu Twitter oficial.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Vale destacar que, embora o prefeito Eduardo Paes tenha vetado o retorno gradual de público, o mesmo permitiu a presença de torcedores na final da Copa Libertadores, disputada entre Palmeiras e Santos, no dia 30 de janeiro, e também na decisão da Copa América, para Brasil e Argentina, em 10 de julho. Ambas as partidas foram realizadas no Maracanã.

O Flamengo é um grande entusiasta do retorno de torcedores aos estádios e sempre tomou a ‘linha de frente’ em relação ao tema. Nesta temporada, no jogo contra o Defensa y Justicia, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o Mengo mandou a partida em Brasília e conseguiu a liberação de rubro-negros. Cerca de seis mil pessoas assistiram a classificação do Mais Querido para as quartas do torneio continental.

 

Veja também

  • O boicote da prefeitura do Rio de Janeiro ao CR Flamengo é o resultado de eleger-se um prefeito vascaíno e corrupto, que tem como modus operandi criar dificuldades para vender facilidades . Passa na Conmenbol que os dirigentes dessa entidade sul-americana vão explicar a diretoria Rubro-negra quanto foi o “faz-me rir”.

  • Normal
    O Prefeito é Vascaino.

Comentários não são permitidos.