Flamengo é segundo clube que mais trocou de treinadores nos últimos 10 anos

IMAGEM: REPRODUÇÃO

Um dos maiores temas nas rodas de debates sobre o futebol, é a troca de treinadores. Diferente dos clubes europeus, que são modelo de gestão para a maioria dos dirigentes daqui, os clubes brasileiros adotam uma rotatividade muito grande. A prova disso é o levantamento feito pela ESPN com as 12 maiores equipes nacionais. O Vasco, que nesta segunda (19), demitiu Marcelo Cabo, lidera o ranking com 23 trocas. O Flamengo vem logo atrás com 21.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


A lista enumera os treinadores a partir de 2011. Na ocasião, o Flamengo era gerido por Patrícia Amorim. O primeiro nome é Vanderlei Luxemburgo. Ele havia assumido em 2010 e ficou mais de um ano. Raridade. Saiu em 2012 para dar lugar a Joel Santana. Em dezembro, a presidente entrega a gestão para Eduardo Bandeira de Mello com Dorival Júnior, que junto com “Luxa”, são os únicos a ter duas passagens na década.

Seguindo nos seus primeiros três anos de gestão (2013-2015) de Eduardo Bandeira, além de Dorival, mais sete treinadores: Jorginho, Mano Menezes, Jayme de Almeida, Ney Franco, Vanderlei Luxemburgo, Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira. No segundo triênio (2016-2018), mais seis, média de um técnico a cada seis meses: Muricy Ramalho, Zé Ricardo, Reinaldo Rueda, Paulo César Carpegiani, Maurício Barbieri e novamente Dorival.

Landim começa sua administração com Abel Braga. Ele fica seis meses e dá lugar a Jorge Jesus, depois vem Domènec Torrent, Rogério Ceni, e Renato Gaúcho, que iniciou recentemente o seu trabalho como técnico do Flamengo. O total de trocas na década chega a 21. Um número impressionante e que deixa o Mais Querido na segunda colocação, perdendo para o seu rival regional, Vasco da Gama, que nesse meio tempo de 23 mudanças, foi rebaixado duas vezes.

Veja a lista completa de todos os técnicos dos times brasileiros desde 2011:

1° – Vasco – 23 trocas:
PC Gusmão, Ricardo Gomes, Cristovão Borges (2), Marcelo Oliveira, Gaúcho, Paulo Autuori, Dorival Júnior, Adilson Batista, Joel Santana, Doriva, Celso Roth, Jorginho (2), Milton Mendes, Zé Ricardo, Alberto Valentim, Vanderlei Luxemburgo (2), Abel Braga, Ramon Menezes, Ricardo Sá Pinto e Marcelo Cabo.

2° – Flamengo – 21 trocas:
Vanderlei Luxemburgo (2), Joel Santana, Dorival Júnior (2), Jorginho, Mano Menezes, Jayme de Almeida, Ney Franco, Cristovão Borges, Oswaldo de Oliveira, Muricy Ramalho, Zé Ricardo, Reinaldo Rueda, Paulo César Carpegiani, Maurício Barbieri, Abel Braga, Jorge Jesus, Domènec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho.

3° – Internacional – 20 trocas:
Celso Roth (2), Falcão (2), Dorival Júnior, Fernandão, Dunga, Clemer, Abel Braga (2), Diego Aguirre (2), Argel Fucks, Lisca, Antônio Carlos Zago, Guto Ferreira, Odair Hellmann, Zé Ricardo, Eduardo Coudet e Miguel Ángel Ramirez.

4° – Botafogo – 18 trocas:
Joel Santana, Caio Júnior, Oswaldo de Oliveira, Eduardo Húngaro, Vagner Mancini, René Simões, Ricardo Gomes, Jair Ventura, Felipe Conceição, Alberto Valentim (2), Marcos Paquetá, Zé Ricardo, Eduardo Barroca (2), Paulo Autuori, Ramón Díaz e Marcelo Chamusca.

5° – Cruzeiro – 18 trocas:
Cuca, Joel Santana, Vagner Mancini, Celso Roth, Marcelo Oliveira, Vanderlei Luxemburgo, Mano Menezes (2), Deivid, Paulo Bento, Rogério Ceni, Abel Braga, Adilson Batista, Enderson Moreira, Ney Franco, Luiz Felipe Scolari, Felipe Conceição e Mozart.

6° – Fluminense – 17 trocas:
Muricy Ramalho, Abel Braga (2), Vanderlei Luxemburgo, Dorival Júnior, Renato Gaúcho, Cristovão Borges, Ricardo Drubscky, Enderson Moreira, Eduardo Baptista, Levir Culpi, Marcelo Oliveira, Fernando Diniz, Oswaldo de Oliveira, Odair Hellmann, Marcão e Roger Machado

7° – São Paulo – 17 trocas:
Paulo César Carpegiani, Adilson Batista, Emerson Leão, Ney Franco, Paulo Autuori, Muricy Ramalho, Juan Carlos Osorio, Doriva, Edgardo Bauza, Ricardo Gomes, Rogério Ceni, Dorival Júnior, André Jardine, Diego Aguirre, Cuca, Fernando Diniz e Hernán Crespo

8° – Atlético-MG – 16 trocas:
Dorival Júnior, Cuca (2), Paulo Autuori, Levir Culpi (2), Diego Aguirre, Marcelo Oliveira, Roger Machado, Rogério Micale, Oswaldo de Oliveira, Thiago Larghi, Rodrigo Santana, Vagner Mancini, Rafael Dudamel e Jorge Sampaoli.

9° – Santos – 14 trocas:
Adilson Batista, Muricy Ramalho, Claudinei Oliveira, Enderson Moreira, Marcelo Fernandes, Dorival Júnior, Levir Culpi, Jair Ventura, Cuca (2), Jorge Sampaoli, Jesualdo Ferreira, Ariel Holan e Fernando Diniz.

10° – Palmeiras – 14 trocas:
Luiz Felipe Scolari (2), Gilson Kleina, Ricardo Gareca, Dorival Júnior, Oswaldo de Oliveira, Marcelo Oliveira, Cuca (2), Eduardo Baptista, Roger Machado, Mano Menezes, Vanderlei Luxemburgo e Abel Ferreira.

11° – Corinthians – 12 trocas:
Tite (2), Mano Menezes, Cristovão Borges, Oswaldo de Oliveira, Fábio Carille (2), Osmar Loss, Jair Ventura, Tiago Nunes, Vagner Mancini e Sylvinho.

12° – Grêmio – 11 trocas:
Renato Gaúcho (3), Celso Roth, Caio Júnior, Vanderlei Luxemburgo, Enderson Moreira, Luiz Felipe Scolari (2), Roger Machado e Tiago Nunes.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *