Insatisfação do elenco, protesto na Gávea e confusão do Centro de Inteligência; veja o que #BombouNoColuna

  • Venda de Gerson gera insatisfação no elenco do Flamengo, e jogadores questionam dirigentes

Flamengo vive um momento de desgaste por parte de seus comandos e, consequentemente, passa pela pior fase dentro das quatro linhas. Ao que tudo indica, a permanência de Rogério Ceni enfraqueceu ainda mais a relação dos responsáveis pela pasta do clube. Marcos Braz e Bruno Spindel sofrem questionamentos de outros setores e até a venda de Gerson pesou para tal esgotamento.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Líderes do elenco já tomaram as rédeas da situação, mas, de acordo com o portal Extra, há críticas com a diretoria, principalmente pela venda de Gerson, que desarrumou ainda mais o time. Por outro lado, ainda segundo informado, Braz e Spindel mantêm posicionamento sobre Ceni, mas debatem sobre possíveis substitutos internamente. [LEIA NA ÍNTEGRA]

  • Torcedores do Fla estendem faixas na Gávea em protesto contra Rogério Ceni, Vitinho e Marcos Braz

Após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, os rubro-negros parecem ter perdido a paciência e muitos já pedem a saída de Rogério Ceni. Na noite desta quinta-feira (08), alguns torcedores foram até a sede da Gávea e estenderam faixas em protesto contra o técnico. Além do comandante, o atacante Vitinho e o VP de futebol, Marcos Braz, foram alvos da manifestação. [VEJA AQUI]

  • Centro de Inteligência do Flamengo confunde dupla de zaga de Grêmio e Sport antes de partida

A crise gerada pela instabilidade no trabalho desenvolvido no Flamengo também chegou ao Centro de Inteligência e Mercado (CIM FLA). O departamento, bastante elogiado pela vinda de Pablo Marí, em 2019, vive uma onda de fortes questionamentos por contratações como a de Bruno Viana – visto como solução para problemas enfrentados com Gustavo Henrique e Léo Pereira em 2020. Agora, um estudo da partida contra o Sport, em fevereiro de 2021, confirma a tese de que o setor tem responsabilidade nas falhas. [CONFIRA TODOS OS DETALHES]

LEIA TAMBÉM:

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *