Movimento político do Fla propõe homenagem a Jorginho, ex-massagista do clube

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

O “Flamengo da Gente”, movimento político de torcedores, sócios e conselheiros do Mais Querido, apresentou nesta segunda-feira (05) um pedido ao Conselho Diretor do Clube da Gávea para que seja prestada uma homenagem a Jorginho, ex-massagista do Rubro-Negro, que faleceu em 2020 em decorrência da Covid-19.

Funcionário mais antigo do quadro de colabores do Mengo antes de não resistir às complicações da doença, Jorginho era querido por todos dentro do clube. O movimento do “Flamengo da Gente” reuniu 115 assinaturas e tem como objetivo que o nome do ex-massagista seja dado à sala de massagem ou de fisioterapia do CT Ninho do Urubu.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


CONFIRA NA ÍNTEGRA O PEDIDO DO MOVIMENTO
“O Flamengo da Gente encaminhou nesta segunda-feira (05) um pedido ao Conselho Diretor do Flamengo para que seja prestada uma homenagem a Jorge Luiz Domingos, o Jorginho, de forma que seu nome seja dado à Sala de Massagem ou à de Fisioterapia do CT George Helal, o Ninho do Urubu.

O pedido tem assinatura de 115 sócios e sócias do clube que entendem a importância de Jorginho para o Flamengo. O massagista morreu de complicações da Covid-19 em maio de 2020 enquanto era o funcionário mais antigo do Departamento de Futebol, com 40 anos de dedicação ao clube.

A ideia de homenagear Jorginho no CT partiu da Frente pela Igualdade Racial do Flamengo da Gente. O pedido é assinado também por sócios e sócias que não integram o FdG. A eles e elas, nosso agradecimento por encampar uma luta que é de todos nós flamenguistas: a necessidade de valorizar a história, os ídolos, os funcionários e os torcedores do Clube de Regatas do Flamengo.

Acreditamos na compreensão e na sensibilidade do Conselho Diretor para acatar a sugestão e eternizar o nome de Jorginho no clube.”

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *