Michael relata ‘pedido de rescisão’ com o Flamengo e relembra apoio de Jorge Jesus em luta contra a depressão

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/ FLAMENGO

Nesta sexta-feira (30), em entrevista ao Canal Barbaridade, Michael resolveu abrir o coração e contou história emocionante de superação no Flamengo. O atacante revelou que sofreu de depressão no ano de 2020 e até pensou em cometer suicídio na concentração. Na conversa, o camisa 19 rubro-negro relatou o grande apoio que recebeu dos companheiros e, inclusive, admitiu ajuda crucial do português Jorge Jesus na luta contra a doença.

– Teve um dia que eu não estava conseguindo concentrar e eu cheguei no quarto do Jorge Jesus e pedi para ele me mandar embora, rescindir meu contrato, o que ele achasse melhor, porque eu não conseguia me concentrar. Eu estava chorando, não conseguia nem falar direito, mas disse que precisava de ajuda, que eu queria muito trabalhar, mas não conseguia dormir sozinho, por causa da síndrome do pânico. Então, ele disse: “Dane-se, eu não vou te mandar embora. Se você for para casa você vai dormir bem? Então, vai!” Aí, eu olhei para ele e estava caindo uma lágrima do olho dele. De mim, já estava caindo litros. Então, ele falou que ia me colocar no segundo tempo no jogo do dia seguinte.

– No jogo contra o Fluminense, eu entrei e fiz o gol. Ele me deu tapinha no rosto e falou: “Você é um jogador do cara#@*”. Depois ele me perguntou como eu estava, e eu disse que estava bem, mas o problema era para dormir mesmo. Disse que me sentia quebrado, mas aos poucos estava me reerguendo. Então, ele disse: “Baixinho, do que você precisa?”. Eu falei que não conseguia concentrar sozinho. Então, ele me colocou para concentrar com os garotos, o Ramon e o Matheuzinho.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


A ótima temporada de 2021 confirma a volta por cima de Michael. Com cinco gols e sete assistências, o camisa 19 figura entre os principais artilheiros do time e é o segundo em passes para gol. Na última quinta-feira (29), inclusive, ele marcou um dos tentos do Rubro-Negro na goleada sobre o ABC por 6 a 0, na Copa do Brasil. Agora, o atacante fica à disposição de Renato para a partida contra o Corinthians, pelo Brasileirão, marcada para este domingo (01), na Neo Química Arena.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O Michael já tinha o meu respeito pela dedicação e esforços em seus últimos jogos. Agora, acabou de ganhar a minha admiração! Parabéns robozinho, pelo caráter e força de vontade!

  • Isso mostra que os pés precisam da cabeça; se esta não estiver bem… Muito fácil tacarem pedras em jogador se esquecendo q eles também sentem. CONFORME O RENATO DISSE, e eu também sempre disse: jogador que está no flamengo tem qualidade, não chegaram ao clube a toa ou por amizade. A questão é eles encontrarem pessoas no clube q saibam lidar bem com eles. Muitos saíram por conta disso. As vezes a influência ruim vem de fora, da própria midia, uma vez q a maioria não é flamengo. Uns até se dizem flamengo mas quando entra dinheiro pela frente… Foi se o tempo que a internet as redes sociais eram puras e confiáveis. Hoje, infelizmente vemos muitos já contaminados, comprados pelo lado que só pensa nos bens materiais.

  • Depressão é um assunto muito sério, e como o Michael disse, muita gente tem e poucos assumem. Parabéns por dar voz a esse assunto e mostrar que as pessoas que sofrem com isso podem ter ajuda. Parabéns por ser um exemplo de luta e superação. Parabéns por ter saído do mundo do crime e ter se tornado um grande atleta, seguindo seus sonhos. Micha, você tem o meu respeito.

  • Nunca foi só futebol. Atletas são seres humanos. A busca por ajuda foi, é e será sempre o melhor caminho. Vc pode ajudar! Veja a sua volta as mudanças de comportamento daqueles que o cercam. A fé em Deus é o único caminho. EQUILÍBRIO. Saúde e paz.

  • Isso é complicado mesmo. Tive um caso de Síndrome do Pânico na família, a pessoa só consegue superar com apoio incondicional da família e dos amigos. Graças a Deus Michael está superando isso, mostrando toda a sua força moral, psicológica e até espiritual. Aparenta estar bem, feliz, fazendo gols, recuperando a confiança em si mesmo e no seu futebol.
    É isso aí,”menino maluquinho”! Força e fé! Continue assim! 🔴⚫