Carlos Eduardo relembra declaração sobre ‘ninguém querer jogar no Flamengo’ e revela arrependimento

FOTO: DIVULGAÇÃO/ BRASILIENSE

Carlos Eduardo chegou ao Flamengo em 2013, mas logo em 2014, pouco mais de um ano após o anúncio, assinou a rescisão com o clube. E sua saída do Mengo foi marcada por duras críticas. A declaração mais polêmica do jogador foi: “daqui a alguns anos, ninguém mais vai querer jogar lá”. A fala do meio campista repercute até hoje entre rubro-negros, principalmente devido ao excelente momento que o Mais Querido vive, contratando uma série de jogadores de alto escalão.

Após a última janela de transferência, na qual o Flamengo garantiu as contratações de Andreas Pereira, Kenedy e David Luiz, flamenguistas recordaram a crítica do atleta. E ele falou sobre o assunto em entrevista ao Venê Casagarande. Carlos Eduardo revelou arrependimento pela declaração e definiu o Flamengo como um dos maiores clubes do mundo.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


– Eu estava de cabeça quente, um pouco chateado com algumas coisas que estavam acontecendo na época. Já pedi desculpas, o Flamengo é um clube que eu aprendi a gostar e torcer. Torço sempre pelo Flamengo. Depois do Grêmio, sou flamenguista. Me arrependo, sim, já pedi desculpas. O Flamengo é uma potencia no futebol, um dos maiores clubes do mundo. Peço desculpas por tudo que falei e me arrependo, com certeza. Peço desculpa ao Flamengo e aos torcedores, porque tenho um respeito muito grande -, disse.

O jogador também falou sobre as mensagens frequentes que recebe em suas redes sociais, todas associadas à declaração da época. “Mas, algumas coisas que eu recebo no Instagram, que meu Deus do céu, pessoas sem noção… Mas, faz parte. Estou arrependido e peço desculpas”, reafirmou.

Carlos Eduardo foi anunciado pelo Flamengo em janeiro de 2013, mas sua trajetória como camisa 10 da Gávea não durou muito tempo. O jogador, que foi contratado por empréstimo de 18 meses, deixou o clube em maio de 2014 e retornou ao Rubin Kasan, da Rússia – equipe que defendia antes de acertar com o Mengo.

Em pouco mais de um ano pelo Mengo, Carlos Eduardo se consagrou campeão da Copa do Brasil de 2013, Torneio Super Clássicos (2013/2014), Taça Guanabara e Campeonato Carioca (2014).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não deixou saudades, muito pelo contrário. Que ele seja feliz onde estiver. Vida que segue!SRN!

  • Triste é ver o nome do cara na história do Fla como campeão da copa do Brasil sem ter jogado nada, é igual olhar e ver o Vampeta e o Viola campeões mundias e o Zico não

  • Se não me engano esse jogador só vivia machucado, ficou mais no DM do que no campo. Me corrigem, se estou confundido de jogador.

  • Nao jogou nada; mas quem contratou o jogador é o principal responsável; Cadu não foi obrigado a ir com uma arma na cabeça. Gestão pifia da direção de futebol da época, um bando de amadores que trouxe aberrações pro elenco.

  • Já pediu desculpas, vida que segue. Quem fica perseguindo é um bando de fracassado.

  • A única coisa que este cara fez de útil, foi o gol contra o Cruzeiro, no Mineirão, que acabou no jogo seguinte ser importante para irmos para a final… No mais, foi muito abaixo da expectativa, além de ser um péssimo vidente…

  • 👉👌