CBF se junta a clubes e pretende suspender público em jogos do Flamengo

FOTO: LUCAS FIGUEIREDO/CBF

Após o STJD manter a liminar que concede público nos jogos do Flamengo, a CBF decidiu se juntar aos 17 clubes da Série A para tentar derrubar essa determinação. A informação foi divulgada pelo jornalista Igor Siqueira, do UOL. 

Segundo a publicação, “o recurso foi protocolado hoje (15) à tarde e deve ser analisado pelo auditor Felipe Bevilacqua, relator do processo no Pleno do STJD. A CBF cita textualmente que a solicitação tem como finalidade evitar a suspensão da rodada do próximo fim de semana do Campeonato Brasileiro da Série A”.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O portal UOL teve acesso ao documento enviado pela CBF ao STJD, que cita que a liminar permitindo público em jogos do Flamengo “fatalmente culminará na suspensão da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, caso não seja atribuído efeito suspensivo”.

Na última terça-feira (14), Otávio Noronha, presidente do STJD, já havia rejeitado o pedido de reconsideração da liminar. Entretanto, a CBF endossa o coro dos clubes, que alegam desequilíbrio técnico na competição, já que a maioria das cidades não possuem essa liberação dos órgãos sanitários.

Por fim, a CBF afirma também que devem prevalecer as “decisões colegiadas do conselho técnico em detrimento das individualidades e diferentes condições sanitárias de cada localidade” que causam “insegurança jurídica e iminente desequilíbrio à principal competição do futebol brasileiro”.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • “Liga Dona de Campeonato”, Melhor esquecer.
    Está claro que o Flamengo será massacrado nas votações e,
    Que avançarão sobre nossos direitos ( inclusive de transmissão ).

  • Se os clubes investissem toda essa energia que estão fazendo contra o Flamengo para pagar suas dívidas e gerenciar melhor seus negócios e se a CBF usasse essa energia para trabalhar em prol do futebol brasileiro ao invés de enriquecer às custas dos clubes, o futebol brasileiro não estaria vivendo essa decadência.
    Essa argumentação de isonomia é cínica e nunca houve preocupação a esse respeito. Lembro ainda:
    1) A responsabilidade de liberar público nos estádios é das prefeituras e não dos clubes e da CBF.
    2) Foi assim nas melhores ligas. Na Premier League ante da liberação geral houve jogos com e sem público no mesmo período.
    Finalmente, o Flamengo foi o único clube que trabalhou para encontrar uma solução para esse problema que estamos vivendo. Os protocolos criados pelo Flamengo foram importantes para os jogos das seleções que tiveram público.