Prefeitura libera 50% do público em estádios do Rio de Janeiro; Flamengo já tinha autorização

FOTO: PAULA REIS / FLAMENGO

O Flamengo já tinha permissão para colocar público em três ‘eventos-testes’, mas os outros clubes do Rio de Janeiro não. Contudo, a prefeitura publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (17) um novo protocolo, autorizando 50% da capacidade dos estádios da cidade carioca.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Embora tenha sido publicada nesta sexta (17), a medida entra em vigor somente a partir de terça-feira (21): “Fica autorizada a realização de competições esportivas com a presença de público em estádios e ginásios, com esquema vacinal completo de todos os presentes, respeitada a lotação de 50% da capacidade do ambiente“, diz parte do decreto.

O torcedor que for ao estádio, no entanto, terá que fazer parte do seguinte requisito: “Considera-se o esquema vacinal completo pessoas acima de 60 anos, após 14 dias da dose de reforço, e pessoas de 15 a 59 anos, após 14 dias da segunda dose da vacina“. Como dito, o Flamengo já tinha autorização para três ‘eventos-testes’, mas só irá fazer dois, pois o STJD derrubou a liminar que permitia ao Fla colocar torcida nas competições da CBF.

O Rubro-Negro já havia colocado torcida na vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio, na quarta-feira (15), pela Copa do Brasil. O STJD derrubou a liminar logo depois deste confronto. Por isso, para o duelo de domingo (19), novamente contra o Tricolor gaúcho, dessa vez pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo não poderá contar com os torcedores.

É bom frisar, no entanto, que o primeiro ‘evento-teste’ foi considerado um sucesso, pois o Flamengo cumpriu todos os requisitos da prefeitura. O segundo, e último, será contra o Barcelona de Guayaquil, na quarta-feira (22), às 21h30 (horário de Brasília). Este embate será realizado no Maracanã, pela ida da semifinal da Libertadores da América. O duelo com o Grêmio também acontece no Jornalista Mário Filho, às 20h30 (horário de Brasília) deste domingo (19).

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Cada dia que passa fica mais patente a cretinice dessa tal isonomia, a prefeitura do Rio
    obviamente, com o aval da secretaria de saúde chancelada pela vigilância sanitária, acaba
    de liberar 50% de público nos estádios, ai o vice presidente do stjd anula a decisão do
    presidente do mesmo órgão e proíbe torcida nos jogos do flamengo com o vice jurídico do
    grêmio batendo palmas e chamando o flamengo de clube sem ética. Esquecem os canalhas
    que uma hora a torcida vai voltar e nesse instante VAI ZERAR TUDO, a partir dai os jogos
    começam com torcida e o que passou JÁ ERA. Esse papo de isonomia é engana trouxa, a
    verdade é uma só, não querem o flamengo com torcida de jeito nenhum.