Presidente do Grêmio critica liberação do público ao Flamengo: “Tudo muito estranho”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

O próximo compromisso do Flamengo é diante do Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O duelo está marcado para quarta-feira (15), no Maracanã. O Rubro-Negro conseguiu o direito de contar com torcida para o confronto decisivo. Contudo, o presidente do gremista Romildo Bolzan criticou a liberação do STJD: “Com o julgamento antecipado e publicado pelo presidente (do STJD), melhor seria anular as instâncias coletivas dos clubes dentro dos conselhos técnicos, pois nada mais valem. Tudo muito estranho”, disse o presidente ao GE.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Nesta segunda-feira (13), o presidente do STJD, Otávio Noronha, decidiu não julgar o pedido de suspensão da liminar que o Flamengo obteve junto à Prefeitura do Rio de Janeiro. A instituição liberou que o clube receba torcida como mandante nas competições comandadas pela CBF.

Alguns clubes lideravam um movimento pedindo a suspensão da liminar concedida ao Flamengo. O Mais Querido vai usar o mês de setembro como ‘eventos-teste’. Dessa forma, a presença do público será feita de forma gradual, de 35% até 50% da capacidade total do Maracanã. No duelo de ida dessa fase, não houve torcida na Arena Tricolor.

Dessa forma, a Nação poderá ver possivelmente a classificação para as semifinais da Copa do Brasil, no Maracanã. O segundo e decisivo duelo será nesta quarta-feira (15), às 21h30 (horário de Brasília). Vale destacar que na partida de ida, o Flamengo goleou por 4 a 0, mesmo com expulsão do lateral Isla no primeiro tempo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *