Renato assume interferência da Libertadores em atuações do Brasileirão: “Às vezes, você não tem entrega total dos jogadores”

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Neste domingo (26), o Flamengo novamente deixou a desejar no Campeonato Brasileiro e empatou em 1 a 1 com o América-MG, fora de casa, pela 22ª rodada. Após o apito final, em entrevista coletiva, o técnico Renato Gaúcho foi perguntado sobre os recorrentes resultados negativos do Rubro-Negro antes de partidas decisivas da Libertadores. Para o comandante, tal situação é coincidência, porém Portaluppi admitiu que é normal os jogadores pensarem no duelo derradeiro da competição continental.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


É coincidência. Falo muito com o grupo para não pensarem na próxima partida. Mas, indiretamente, todo mundo pensa nessa partida (a da Libertadores), e às vezes você não tem a entrega total por causa disso. Mas vou levar para a parte da coincidência, até porque entre grandes atuações e atuações abaixo, o Flamengo está na briga.

Como bem lembrado por Renato, o Flamengo joga a vida na Copa Libertadores nesta quarta-feira (29). O Rubro-Negro enfrentará o Barcelona de Guayaquil a partir das 21h30 (horário de Brasília), no Equador. Com o 2 a 0 no embate de ida, disputado no Maracanã, o Clube da Gávea pode perder até por um gol de diferença fora de casa, que ainda assim ficará com a classificação para finalíssima.

Se por um lado o Mais Querido vai bem na Libertadores, não se pode dizer o mesmo da situação do time no Campeonato Brasileiro. Com o empate em Belo Horizonte, o Mengo chegou aos 35 pontos, estacionou na terceira colocação e perdeu a oportunidade de encostar nos líderes Atlético-MG e Palmeiras. De quebra, ainda pode ser ultrapassado por Fortaleza e Red Bull Bragantino, que ainda jogam na rodada.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Diferença entre a manchete e o que o Renato falou. Como gostam de tumultuar para o circo pegar fogo e faturarem em cima das desgraças, “das confusões”…

  • #fora Renato # fora René # fora Bruno Viana entregao foraaaaa

  • Engraçado que na época do JJ essa situação não existia! A cabeça do treinador e a prioridade que ele dá a algumas competições certamente influenciam o elenco. Assuma sua responsabilidade por o time estar mal no Brasileirão, Renato!