Ajudinha? Atlético-MG é equipe com mais pênaltis a favor no Brasileirão; Fla fica entre últimos

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Mesmo com a vitória do Flamengo por 3 a 1 sobre o Juventude nesta quarta-feira (13), pelo Brasileirão, a diferença do Mengo para o líder Atlético-MG permanece a mesma. Isso porque, o rival do Mais Querido na luta pelo título nacional também venceu seu duelo. Em meio a isso, a equipe mineira vem contando com uma “ajudinha” para se manter distante na tabela, já que lidera os números de pênaltis a favor.

O Atlético-MG soma sete penalidades máximas recebidas na competição, contando inclusive as duas concedidas pela arbitragem nesta quarta (13), na vitória por 3 a 1  contra o Santos, no Mineirão. Enquanto isso, o Mengo é um dos últimos times nesse quesito, com apenas dois pênaltis a favor, segundo divulgou o jornalista Rodolfo Rodrigues.

Veja a tabela completa de penalidades a favor no Brasileirão de 2021:

Com esses resultados, a diferença entre Flamengo e Atlético-MG permanece de 11 pontos. O time mineiro lidera com 56 e o Clube da Gávea segue na cola, com 45, mas com dois jogos a menos. Além das partidas adiadas, o Mengo enfrenta o adversário direto no Maracanã, no dia 30 de outubro, e pode encostar de vez no rival.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O próximo compromisso do Fla será já neste domingo (17), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, os comandados de Renato Gaúcho recebem o Cuiabá, às 20h30 (horário de Brasília), no Maracanã. E como de costume, você acompanha todas as emoções do duelo com o Coluna do Fla, que traz a transmissão mais rubro-negra da internet, via YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Somado a estes penaltes a favor do cuca que é um puxa saco desgraçado da CBF relembro aqui que os torcedores argentinos reclamam até hoje aquela eliminação arrumada em favor do Atlético na libertadores, ou seja, o Atlético não eliminou o Boca lá da Argentina quem eliminou foi o VAR ( Vitória Atleticana, Resolvemos)

  • Não vamos ser esse tipo de torcedores. Ontem tiveram dois pênaltis não marcados pro Atlético no primeiro tempo. A gente não é botafoguense ou atleticano pra ficar jogando a culpa dos fracassos em arbitragem ou qualquer outra coisa. Vamos ganhar na bola, e se não ganhar não ganhou e acabou, sem choro.

  • E vão continuar ocorrendo “pênaltis” (entre aspas mesmo) a favor do Atlético-MG até o fim do campeonato. Na listinha da CBF o “repertório” de benesses é grande, indo dos gols em impedimentos escandalosos, distribuição farta de cartões aos adversários futuros do Atlético-MG visando desfalcá-los, “convocações” de jogadores do Flamengo para deixá-los no banco (daqui há pouco até Rodinei será convocado…rs) e desfalcar o time, marcar jogos diários para o Flamengo , devolução dos jogadores ao Flamengo devidamente bichados, e até gol com a mão vai valer. Na falta de um paulista para dar de presente o título brasileiro de 2021, como fez fartamente entre 2015 e 2018, a última coisa que a CBF quer é entregar a taça pela terceira vez consecutiva ao Flamengo. Se isso acontecer, os AVCs e suicídios serão comuns naquela pocilga de 5ª categoria. Sendo assim, até por questões de sobrevivência de seus diretores-torcedores, o “esquema” da CBF já está em plena execução.