Chance do Flamengo conquistar título brasileiro cai para 3,5% após derrota para o Fluminense

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Na noite do último sábado (23), o Flamengo entrou em campo e perdeu para o Fluminense por 3 a 1, em jogo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado fez com que o Rubro-Negro perdesse a vice-liderança da competição para o Fortaleza. Agora, na terceira colocação com 46 pontos, o sonho do tri se torna cada vez mais distante. Não à toa, as chances matemáticas do Fla ficar com o título caíram.

Segundo o grupo ‘Probabilidades do Futebol’, do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Mais Querido, no momento, tem cerca de 3,5% de chance de conquistar o troféu do Brasileirão. A ‘missão’ ficou ainda mais complicada depois que o Atlético-MG venceu o Cuiabá no último domingo (24). Isso porque, desse modo, a distância do Flamengo para o líder do torneio aumentou para 13 pontos.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Vale destacar que, ainda de acordo com o estudo, apenas Flamengo e Atlético-MG têm mais do que 1% de chance de conquistar o título do Brasileirão. O atual líder do campeonato tem larga vantagem: são 95,3% contra 3,5% do até então terceiro colocado do torneio. Outro fator importante a ser ressaltado é que o Mais Querido tem dois jogos a menos que o time mineiro e as equipes ainda se enfrentam em um confronto direto que promete.

Apesar do sonho do tri ter ficado ainda mais distante, o Rubro-Negro não tem tempo para lamentar e precisa virar a chave. Isso porque, nesta quarta-feira (27), o Flamengo recebe o Athletico-PR, pelo o segundo e decisivo jogo da semifinal da Copa do Brasil. O embate acontecerá no Maracanã, a partir das 21h30 (horário de Brasília). Como a partida de ida terminou empatada em 2 a 2 e, agora, não há o critério de gol qualificado, basta uma vitória simples do Fla para que o clube da Gávea chegue à final.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Fabiano, excelente seu comentário, Renato, diretoria, jogadores, todos tem sua parcela de
    culpa, Renato, tira Michael(o melhor em campo), pra colocar Vitinho na ponta esquerda, mas
    não é só Renato o único culpado, a diretoria tem sua parcela também, desde 2020 nossos
    zagueiros foram, Gustavo Henrique, Leo Pereira e Bruno Viana, que beleza hein, (Rodrigo C.
    ficou fora 2/3 da temporada por lesão), temos um elenco caríssimo e sabe quantos reservas
    a altura pra armação, NENHUM, isso mesmo, Arrascaeta machuca e acaba o meio campo, e
    tome de improvisação, e sobre os jogadores, contra o flu Vitinho driblava, perdia a bola e
    ficava parado, Diego R. a bola é só dele. Todos tem culpa, treinador, diretoria e jogadores.

  • É triste ver um investimento milionário não produzir o resultado esperado por incompetência técnica e de gestão. Atletas do quilate dos nossos sendo engolidos por meninos imberbes. Fica até feio, mas já cantava essa bola semana passada. Essa história de poupar, privilegiar competições e insistir com jogadores que não dão retorno é fatal para as pretensões de novas conquistas. Taticamente e na escalação, Renato é um desastre.

    #NAO RENOVEM COM O RENATO
    #MERECEMOS UM TECNICO DE OUTRO PATAMAR

  • Perdi a fé desse campeonato e no andar da carruagem se o time jogar assim vai despencar na tabela do brasileirão, não se classificar para a final da CB e perder a libertadores para o Palmeiras. Não sou modinha, antes que alguém diga isso, mas sou realista. Infelizmente temos jogadores machucados, mal fisicamente, alguns perderam a confiança e consequentemente nervosos. Tudo que não poderia acontecer na reta final, está acontecendo com nosso time… lógico que dá tempo de virar a mesa, principalmente com o elenco que temos, porém analisando o momento, estou preocupado. Todos tem sua parcela de culpa, de Renato Gaúcho , passando pela diretoria, departamentos e tudo, inclusive jogadores… perdemos alegria de jogar… infelizmente… não é que os outros vem jogando melhor, mas acharam uma forma de jogar contra nós. Ficamos com a bola o tempo todo, mas não criamos e daí usam únicas oportunidades para atacar em nosso ponto vulnerável, daí… acontece o que estamos vendo…. Sempre Flamengo, mas muito preocupado