Hugo Moura retorna ao Fla após passagem relâmpago pela Europa; volante não pode atuar pelo clube em 2021

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Nesta temporada, o Flamengo não poupou esforços para reforçar seu já estrelado elenco. Para isso, a diretoria rubro-negra teve de negociar diversos atletas, a fim de equilibrar as contas e manter a equipe no ‘azul’. Um destes jogadores foi Hugo Moura, volante e xodó do técnico Rogério Ceni, negociado ao Lugano (Suíça). No entanto, a passagem do Garoto do Ninho pelo clube europeu não deu certo, e ele deve retornar sem ter entrado em campo no período.

Vale destacar que, o volante foi um pedido especial do técnico Abel Braga, que havia sido contratado pelo Lugano para comandar a equipe na temporada 2021/2022. No entanto, o treinador brasileiro acabou demitido e a nova gestão já deixou claro que não deve contar com Hugo Moura. Dessa forma, a diretoria do Flamengo entende que o atleta deve retornar e treinar em separado no CT, até que encontre novo comprador para utilizá-lo. A informação é do jornal ‘O Dia’.

Além disso, é importante frisar que o volante não pode atuar pelo Flamengo em 2021. Isso porque, após ser emprestado ao Lugano, o Mais Querido retirou as inscrições do atleta nas competições importantes, como Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores. Como o prazo da lista final destes torneios já passou, Hugo Moura só poderá voltar a vestir o Manto Sagrado em 2022. Dessa forma, a diretoria achou melhor repatriá-lo do que deixá-lo na Suíça.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Hugo Moura foi contratado no início de agosto e teria contrato com o Lugano até julho de 2022, ou seja, empréstimo de uma temporada. No entanto, como mencionado, a demissão de Abel Braga deixou o Garoto do Ninho como ‘carta fora do baralho’. Vale lembrar que o vínculo do volante com o Flamengo vai até dezembro de 2023.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Edison, na minha opinião o Piris não deve nada ao Hugo em termos de marcação; porém, com a bola nos pés, o Hugo tem mais desenvoltura no passe longo e arremates e por isso, também o considero uma opção melhor em relação ao Paraguaio.

  • Espero que o Flamengo cuide dele com atenção. É um grande jogador, versátil, aguerrido e que tem DNA do Mengão. Uma excelente opção como primeiro volante, além de poder jogar até como zagueiro. Muito superior ao Piris da Mota! Diego Ribas não deve passar de 2022, além de que com as maratonas de competições, pode ajudar muito. Não tem a técnica do Andreas ou do Thiago Maia, mas com sequência e a orientação do Renato, pode ser ótima opção ao Arão.

  • Joãozinho, penso diferente. Na minha opinião, o Hugo Moura deveria ficar, pois PRECISAMOS de zagueiros para a reserva imediata de Rodrigo Caio e David Luis. Hugo Moura bota Léo Pereba e Gustavo Horrível no bolso sem fazer muito esforço!!!

  • Hugo Moura é um grande e versátil jogador.
    Joga bem no meio, como primeiro e segundo volante e, até de zagueiro (como já atuou assim, no Mengão).
    Apostava em sua ascensão rápida e titularidade, principalmente durante a má fase de Arão.
    Também apostaram nele Abel e Ceni, mas Hugo já estaria disputando vaga com Gérson, Arão (já em grande fase), Thiago Maia, Piris da Motta, Diego Ribas e João Gomes.
    Hugo tem 23 anos e uma longa carreira ainda o espera. Creio que o ideal seria tentar emprestá-lo a algum clube que esteja subindo para a série A. Talvez o Botafogo, que tem um elenco simples, mas promissor, ou o próprio Coritiba, onde HM já jogou e fez boas partidas, até ser requisitado por Ceni para integrar a equipe do Mengão. O Vasco, se retornar à série A seria outro clube que poderia lhe trazer benefícios.
    Lembro do Camacho, que o Mengão não quis ficar e acabou campeão pelo Corinthians.
    Se bobear, vem o RB e leva o garoto por bagatela e vende por 10 vezes mais.

  • Bruno, é pela falta de coerência na redação de matérias que a gente acaba imaginando o pior. O texto correto ao final é “Mesmo assim, a diretoria achou melhor repatriá-lo do que deixá-lo na Suíça”. O “Mesmo assim” é importante para entendermos que existe uma contrariedade, a qual nos permite pensar que pode haver um motivo justo para ter-se aceitado que a situação evolua da forma como foi descrita. Uma possível causa seria o pagamento total do empréstimo mesmo com a liberação do jogador e outra seria estar previsto no contrato a interrupção do empréstimo antes do fim, com critérios definidos de pagamento proporcional.

  • Essa coisa ai precisa ser investigada.

    Uma coisa é ele ter voltado para usufruir da estrutura e manter a forma fisica com o clube da suica pagando os salarios dele. Ai tudo bem.

    Outra coisa é aceitar a devolução e ter que arcar com os salarios. Se ele tinha contrato lá até meio de 2022 nao faz sentido nenhum pedir a volta dele so para treinar

  • Mais um pra folha inchada do Flamengo

  • Minha grande duvida e porque o Flamengo aceita esta devolucao, mas, nunca consegue devolver emprestados (Bruno Viana) antes do fim do emprestimo?