Jornalista se irrita com datas do Brasileirão e vê missão ‘quase impossível’ para Flamengo conquistar o tri

FOTO: LUCAS FIGUEIREDO/CBF

Ao longo da semana, a Confederação Brasileira de Futebol vem debatendo a data do término do Brasileirão 2021. Diversas equipes estão com jogos atrasados, e as convocações também atrapalham o calendário dos clubes. Inicialmente, a CBF planejava adiar os confrontos dos times que tiveram atletas chamados para as Seleções mas, após pressão de sindicatos, tem tudo para voltar atrás. Dessa forma, na opinião do jornalista Eugênio Leal, ficará bastante difícil do Flamengo competir na liga nacional.

Por ter um elenco estrelado, o Mais Querido sempre tem pelo menos quatro convocados para as Eliminatórias da Copa do Mundo. Depois de jogar desfalcado no Brasileirão, o Flamengo entrou em briga ferrenha com a CBF e conseguiu o adiamento de alguns confrontos, a fim de não ser prejudicado com as baixas. No entanto, a entidade mudou de ideia e não deve mudar as datas destes jogos do Mengão. Assim, mesmo com um excelente plantel, Eugênio Leal afirmou que é ‘quase impossível’ do Fla levar o Campeonato Brasileiro.

Gente, você olha e fica bem difícil. O Flamengo vai ter que jogar jogos um em cima do outro, sem jogadores que estarão servindo as Seleções. Como brigar por um título dessa forma? Sem que o campeonato seja empurrado para frente? Fica quase impossível para o Flamengo, ele já tem jogos atrasados que ainda não foram marcados – disse o jornalista.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


A fim de contrariar o prognóstico do jornalista, o Mais Querido inicia o plano de preparação visando o próximo compromisso no Brasileirão. Em jogo válido pela 23ª rodada, o Flamengo enfrenta o Athletico-PR neste domingo (03). A partida acontecerá às 16h (horário de Brasília), no Maracanã, e contará com transmissão do Coluna do Fla, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • sim é preciso garantir o titulo do galo a qualquer custo.

  • A questão do calendário incluindo os estaduais e as data fifa são as grandes responsáveis
    por essa lambança. Entra ano sai ano é a mesma coisa, estaduais deficitários que vão até
    quase o meio do ano e as data fifa que a cbf não respeita, ai se inicia o brasileiro com 38
    rodadas e neste período, vem a copa do Brasil e libertadores. O flamengo que tem um timaço
    cede atletas para várias seleções e por isso “vai ser obrigado a jogar sem vários titulares e
    num curto espaço de tempo”, fica muito difícil. A saída seria reduzir os estaduais, ai vem o
    grande problema. A POLITICA, quem elege o presidente da cbf são os presidentes das
    federações, e eles cobram por seus votos, sabe quando vão reduzir os estaduais, NUNCA.

  • Vamos lá, Nação!!!
    Bora exigir explicações, na porta dos safados!
    Cadê a Raça?

  • Assim como a Nação entope estádios e aeroportos, pode invadir a CBF e exigir explicações e mudanças.
    Ninguém é mais forte do que isso!
    Estes safados estão aí, há décadas, roubando os clubes e ditando as regras (aliás, que ditadura!).
    Não conseguem ver um clube progredir se a maioria não está nesta condição.
    Querem nivelamento por baixo!

  • Simples diretoria e só cobrar o que a lei Pelé diz e se por ventura vierem com lesão cobram também.
    “A entidade convocadora indenizará a cedente dos encargos previstos no contrato de trabalho, pelo período em que durar a convocação do atleta, sem prejuízo de eventuais ajustes celebrados entre este e a entidade convocadora”, diz o artigo 41 da Lei Pelé.
    A situação também deveria se estender ao atleta, uma vez que, quando o mesmo se lesiona a serviço da entidade convocadora, é quem o convocou quem deve arcar com o prejuízo.

  • Os ANTIS, estão desesperados com a estrutura do Mengão e não sabem mais o que fazer para prejudicar o Mengão .

  • CBF sendo CBF. Normal.
    Como não querem entregar a taça ao Atlético-MG, obviamente por ele não ser de SP, se isso acontecer todos lá dentro vão precisar de tratamento psiquiátrico.
    Agora, se tiverem que entregar a taça pela terceira vez ao Flamengo, a situação piora dramaticamente, pois haverá suicídio em massa da paulistada que infesta aquele antro, toda ela já traumatizada, deprimida e ainda por cima com crise de abstinência..

  • Mais essa e intenção, meu caro jornalista!
    Impedir que o Flamengo chegue ao tri do Brasileirão!

  • Está claro que a CBF e TODOS os times adversários NÃO estão gostando da supremacia que o Flamengo está impondo dentro e fora dos campos. Isso só mostra o quanto o Flamengo está caminhando certo, vencendo e fazendo sucesso dentro e fora dos gramados. Faturando UM bilhão e sendo campeão de todos (ou quase todos) os campeonatos que está disputando. Sem um mecenas, e sem poder contar com sua imensa torcida (até agora). Eles estão usando de TODOS os artifícios que podem para não nos deixar voar, mas está difícil. Em breve vão exigir que em todos os nossos jogos joguemos com menos um, ou que o jogo já comece com 1×0 pra eles…
    Essa é a tal da isonomia (sqn)!!!