Na 27ª rodada do Brasileirão 2020, Flamengo tinha menor probabilidade de ser campeão do que na temporada atual

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Após 27 rodadas do Campeonato Brasileiro de 2021, o Flamengo ocupa a segunda colocação do torneio. Embora não tenha disputado todas as partidas e ainda possua jogos a menos em relação aos rivais, o Mengo está em segundo lugar, com 46 pontos em 24 duelos. Em 2020, ano em que conquistou o octacampeonato nacional, as chances eram menores do que as atuais, no mesmo período da competição.

Com 5,8%, o Rubro-Negro era o segundo time com mais chances de vencer o Brasileirão em 2020, atrás do São Paulo, que possuía 84,3%, após a 27ª rodada. Na ocasião, o Fla figurava na terceira posição na tabela, com 49 pontos em 26 duelos. O Atlético-MG era o segundo com os mesmos 49, mas contava com menos possibilidades (4,3%), já que o Mengo ainda tinha um jogo por fazer.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Entretanto, a equipe paulista, que liderava a competição com sete pontos de vantagem (56 a 49), perdeu gás, e o Clube da Gávea disparou no campeonato, rumo ao oitavo título Brasileiro de sua história. Comandados por Rogério Ceni, o Fla terminou o torneio de 2020 com 71 pontos: foram 21 vitórias, oito empates e nove derrotas.

No cenário atual, o Mais Querido está na segunda colocação com 46 pontos, e 10% de chance de título em 2021, enquanto o Atlético-MG lidera com 56 pontos, com 88% de possibilidade de erguer a taça. O diferencial pode ser as duas partidas a menos que o Mengo tem, já que só disputou 24 jogos, enquanto o time mineiro tem 26. A tendência é que o Rubro-Negro siga na cola do rival até o fim, em busca do tricampeonato brasileiro de forma seguida.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ate o final lutaremos!

  • Tínhamos menor probabilidade, com elenco pior, técnico pior e sem torcida. Estou muito confiante nesse título e nem a Fla mimimi vai me fazer mudar isso.

  • Está difícil, mas vamos continuar remando. O que me incomoda são as perdas de pontos bobos… só recentemente perdemos 5 pontos (Grêmio derrota e Cuiabá empate) jogos em casa que fazem muita diferença nesse embate. Precisamos nos aproximar do atlético e aí eles sentirão a pressão.