Patrocinador do Flamengo cobra Vitinho em campanha curiosa nas redes sociais

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Com o empate neste último domingo (17), diante do Cuiabá, o Flamengo desperdiçou nova oportunidade de encostar no Atlético-MG. Isso porque, assim como o Mais Querido, o líder também tropeçou na 27ª rodada do Brasileirão. No entanto, para Luis Adaime, CEO da Moss Earth, patrocinador do Rubro-Negro, o foco foi outro. O mandatário utilizou as redes sociais para iniciar campanha um tanto quanto inusitada, que envolve diretamente um atleta do Mengo: Vitinho.

No Twitter, Luis Adaime alertou que o camisa 11 do Mengão utiliza meias baixas em campo. A ação de Vitinho afeta justamente o local que a Moss estampa no uniforme do Flamengo. Dessa forma, o CEO da empresa de carbono zero cobrou uma nova postura do jogador: Nação! Campanha bem humorada pro nosso querido craque Vitinho? Vitinho #nãoarreiaameia que tem o patrocinio da @moss_earth e pelo qual pagamos milhões? É o 3o jogo que vc entra em campo já sem mostrar o logo da @moss_earth. Valeu Vitinho! Se vc mostrar o logo, sortearei 5 mantos.”

CONFIRA A PUBLICAÇÃO:

Desde que firmou o vínculo com o Flamengo, Luis Adaime se mostra bastante ativo nas redes sociais. Tanto que, ao longo de quase seis meses de parceria, o CEO da Moss já sorteou diversos uniformes do Mengão para felizardos usuários das mais diferentes redes sociais. E na campanha #nãoarreiaameia não será diferente, visto que na publicação, o mandatário promete cinco ‘Mantos’ caso Vitinho mostre a logo da empresa.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Flamengo e Moss entraram em abril, a fim de estampar a marca nos meiões do uniforme rubro-negro. Desde a aprovação do contrato, a parceria rende 3,6 milhões aos cofres do Clube da Gávea. Vale destacar que, mesmo antes da votação do Conselho de Administração, a empresa já havia efetuado o primeiro pagamento à vista para facilitar o negócio.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O problema é que Vitinho costuma levar o “travesseiro” para dentro do campo e só acorda qdo termina o jogo. Fora isso, seu técnico qdo jogador, fazia o mesmo, sempre jogou com as meias arriadas e por isso deixa correr frouxo. Mas existe uma solução bem bacana, multa finaceira para o clube por discumprimento contratual. Com isso a diretoria não perdoa. Vallim qdo foi diretor de futebol, demitiu Renato Abreu, por arrancar a camisa e jogar para o alto ao comemorar seu gol. Naquela época os jogadores foram avisados que esse gesto seria considerado falta gravíssima.

  • Pô, “arreia”? Que burrice! É cada adaptação que esses “jênios” do marketing inventam que chega a dar vergonha alheia.

  • Entendo a situação do patrocinador, mas acho que a solução não deveria passar por essa discussão em rede social, mesmo que de bom humor. Poderia ser resolvido internamente, até porque alguns torcedores podem entender os motivos como uma exposição do nosso ativo desnecessária e o tiro sair pela culatra…
    SRN

  • Gostaria que o Vitinho mostrasse mais um pouco de futebol, porque o apresentado contra o Cuiaba, esta bem abaixo da media para um jogador que ganha um milhao de reais por mes