Renato critica ‘cera’ do Cuiabá e dá sugestão para árbitros combaterem o anti-jogo

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

No último domingo (17), o Flamengo empatou com o Cuiabá, em jogo válido pela 27ª rodada do Brasileirão. O 0 a 0 do Maracanã foi bastante frustrante para a Nação, visto que desperdiçou mais uma oportunidade de encostar no líder Atlético-MG. Na coletiva após o cotejo, o técnico Renato Gaúcho não poupou críticas à ‘cera’ dos jogadores do Dourado. Além disso, propôs um novo critério para a arbitragem combater o anti-jogo.

Durante o papo com os jornalistas, Renato não se mostrou irritado com o estilo de jogo do Cuiabá. Muito pelo contrário, elogiou a estratégia defensiva de Jorginho em diversos momentos. No entanto, a ‘cera’ não passou despercebida, especialmente quando o árbitro da partida, Flávio Rodrigues de Souza, não descontou o necessário no segundo tempo. Dessa forma, o treinador do Flamengo soltou o verbo e deu uma sugestão para a arbitragem brasileira.

Esse foi um dos motivos que fui no campo falar com o árbitro. Eu volto a repetir. Eu converso, troco ideias, eu não critico arbitragem. E eu falei para o bem deles. Vocês têm que coibir esse tipo de cera pelo bem do futebol. É visível que o jogador vai ser substituído e cai no campo, 95% fazem para ganhar tempo. O goleiro no tiro de meta e ganhava tempo. Dá logo o cartão amarelo. Ou faz o seguinte: chegou no final do jogo, dá 12 minutos, 15 minutos. Desconta. Se o meu time estiver ganhando faz a mesma coisa. Dá o tempo – disse o treinador, antes de completar:

E quando o árbitro dá oito minutos, parece que o planeta vai explodir. Eles precisam coibir para o bem do futebol. Que faça com meu time também, mas que seja em todos os jogos. É difícil dar soco em ponto de faca. Os responsáveis quase não fazem nada. Tem que continuar adicionando enquanto estiver fazendo cera. A ordem para o meu time é jogar futebol, se fizer cera, tem que tomar cartão. Só assim vamos melhorar o futebol – finalizou.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Mesmo com o resultado complicado em casa, o Mais Querido vira a chave e foca todas as atenções na disputa da Copa do Brasil. Nela, em jogo válido pela ida da semifinal, o Flamengo enfrenta o Athletico-PR nesta quarta-feira (20), às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada. A partida contará com transmissão do Coluna do Fla, a mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Renato! O teu maior problema é gostar de trabalhar em estados do Brasil que tenham praias por perto. Seja humilde, pega os vídeos do JJ, compra o livro dele e vá atualizar-se, o futebol mudou muito de tempos pra cá. Técnico que não tem dedicação naquilo que faz acaba sendo comentarista de futebol pra não sumir do cenário esportivo. Aqui no Flamengo, depois que essa diretoria assumiu o comando da casa, tdo passou a ser tratado com dedicação, responsabilidade e muita seriedade, não é a toa que passamos de time quase falido em 2012 a time mais bem sucedido financeiramente do país e, sem depender de nenhum mecena.
    Renato! Não queime tua imagem com o torcedor flamenguista, vc já prestou bons serviços por aqui como jogador e aguardou tdo esse tempo pra voltar como técnico e realizar teu desejo. Trabalhe com inteligente, humildade e dedicação, essa é tua chance de ouro. A paciência do torcedor flamenguista é limitada e vc melhor do que ninguém sabe disso. Tu não é marinheiro de primeira viagem e muito menos otario. Espero que vc não fruste essa torcida agora na reta final. RENATO!
    QUEREMOS TODOS OS TÍTULOS QUE VIER PELA FRENTE. AQUI NÃO TEM ESSE NOGOCIO DE QUE “VAMOS PERDER OUTROS JOGOS E QUE DISPUTAR DIVERSOS TÍTULOS AO MESMO TEMPO É DIFÍCIL”. FAÇA ESSE DISCURSO LÁ NO TEU GRÊMIO. OU VC TEM COMPETÊNCIA PRA SEGUIR EM FRENTE OU JOGUE A TOALHA.
    JJ DEIXOU UM LEGADO QUE NOS VICIOU.
    SE LIGA RENATO…