Renato se apega ao bom retrospecto contra times do ‘G-4’ para dar volta por cima no Flamengo

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Vivendo o momento mais turbulento dos últimos três meses, Renato Gaúcho se apega ao bom retrospecto diante de clubes do G-4 para recuperar confiança à frente do Flamengo. Desde que chegou ao Rubro-Negro, em julho de 2021, Portaluppi enfrentou três dos quatro melhores times da tabela de classificação do Brasileirão e obteve 77,8% de aproveitamento. No próximo sábado (30), o técnico terá a chance de melhorar ainda mais essa média diante do Atlético-MG, líder momentâneo da competição.

O grupo de Renato conquistou os primeiros três pontos diante de adversários diretos no dia 12 de setembro, no Allianz Parque, em São Paulo, quando venceu o Palmeiras por 3 a 1 – com gols de Pedro e Michael (2). Já em outubro, mais precisamente no dia 06, o Flamengo não saiu do empate em 1 a 1 com o Bragantino, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Na rodada seguinte ao empate citado acima, o Flamengo foi à Arena Castelão encarar uma das sensações do Brasileirão: o Fortaleza de Vojvoda. No duelo, melhor para Renato Gaúcho que venceu o adversário por 3 a 0 – também com dois gols de Michael e um de Pedro.

O foco principal do jogo de sábado (30), contra o Atlético-MG, é retomar a confiança no trabalho de Renato e colocar a casa em ordem até o dia 27 de novembro, data da final da Libertadores. Por outro lado, Portaluppi pode conquistar o primeiro triunfo diante de um ‘adversário direto’ dentro do Maracanã e, assim, dar fim ao ciclo de demissões de treinadores rubro-negros após tropeços para o time mineiro. A bola vai rolar às 19h (horário de Brasília) para o duelo entre protagonistas do futebol nacional.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O Flamengo costuma jogar bem contra time grande, apesar do Atlético Mineiro ser um time grande, joga como time pequeno, fecha-se bem na defesa e explora os contra ataques e bolas longas.
    O Flamengo tem time para ganhar do Atlético Mineiro, basta escalar o Vitinho, Matheuzinho ou Rodinei, Ramon, Kenedy, colocar o Andreas na posição dele e tirar quem não vem bem nas respectivas posições.
    A meu ver, nesse jogo contra o Atlético Mineiro, Flamengo não deve ir para cima e deixar seu campo vazio expondo os defensores aos contra ataques e bolas longas. Flamengo tem de fechar-se atrás e explorar o contra ataques e bolas longas. Bruno Henrique e Michael vão agradecer

  • Comédia né?
    Não ganha do América, Cuiabá e vai querer ganhar dos times do G 4
    Capaz, a nação a magnética perdeu a confiança e credibilidade nesse time.
    Jogadores questionados em campo, jogadores que querem o melhor do time no banco.
    Técnico sem jogadas, sem tática e sem um padrão de jogo. Afinal até zagueiro virou atacante.