“Sou a fortaleza deles”: Renato garante proteção ao grupo do Flamengo e reclama de críticas exageradas

FOTO: REPRODUÇÃO/FLATV

Após semana conturbada, o Flamengo mostrou força no Maracanã, neste sábado (30), venceu o Atlético-MG por 1 a 0 e se manteve vivo na busca pelo Brasileirão. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Renato Gaúcho fez questão de garantir apoio ao grupo de jogadores e reclamou de críticas exageradas sobre ele e o time nos últimos dias.

– Eu já sou vacinado. Eu não caí de paraquedas no futebol. Não sou contra crítica, só achei no geral as críticas exageradas para todo mundo. Por isso assumi a culpa na quarta-feira. Pode criticar. O que criticou quarta vai nos elogiar amanhã. Faz parte. É paixão. Muitas pessoas gostam do circo pegando fogo, muitas pessoas ganham dinheiro em cima de crítica, no clique. Isso que passei ao grupo: “Sou a fortaleza de vocês, o muro de vocês – declarou o treinador, antes de completar:

Pode bater em mim à vontade. A única coisa que o torcedor pode ficar tranquilo é que a gente vai trabalhar para conquistar resultado. Tem gente que vive a cada três dias, jornalistas, alguns. Eles vão conforme o vento. Ganhou é bom, perdeu, ninguém é bom. Eu passo para o grupo, vale o que passo para eles, não o que vem de fora. Independente. O jornalista correto pode fazer crítica, nós aceitamos, mas a crítica verdadeira. Não a crítica em que a cada três dias o cara muda de opinião – concluiu Portaluppi.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Com a vitória, o Flamengo recuperou a vice-liderança, com 49 pontos ganhos, dez a menos que o Atlético-MG, que, por sua vez, possui dois jogos a mais. Ainda com esperança no tricampeonato brasileiro, o Mengo, agora, se prepara para o próximo compromisso, contra o Athletico. Nesta terça-feira (3), às 16h (horário de Brasília), o Mais Querido visita a Arena da Baixada, no Paraná.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Numa coisa Renato tem razão, hoje Facincani vai dizer que o flamengo teve padrão de jogo
    organização, etc etc etc. Isso é realidade, antes do jogo fica em cima do muro, depois do
    jogo, dependendo do resultado, venceu, o treinador escalou muito bem, deu nó tático, essas
    coisas que sabemos, perdeu, o treinador não soube treinar, o time não tem organização, etc.
    Porém, a vitória de ontem não pode mascarar as falhas do time, algumas que Renato não
    tem como resolver, Gabigol(mal há vários jogos), ER7(mal desde ano passado), Leo P e
    Bruno V na zaga, outras, Renato é responsável, Michael é hoje o mais efetivo atacante, não
    pode ficar fora do time, e Ramon e Matheusinho provam que a base precisa ser observada.

  • Engraçado. Um monte de gente critica o Renato por não escalar o Ramon, mas não se perguntam porque o garoto passou mal ontem…

  • Agora n pode criticar jogador que está mal eles ganham milhões ,e as vezes par cê que n tá nem ae,n e perder e como perde.vc escalou mal o time taticamente e um deserto de ideias se n for a individualidade dos jogadores n ia longe.se n mudar a porteira e capaz de perde prós porcos pq ficou escancarado se quer ganhar do flamengo joga no contrataque.

  • Falou muita verdade, parabéns! Porém, não assumiu até agora as escalações e as mexidas absurdas descabidas foras da realidade e que determinaram de fato as derrotas do seu time. Ontem, foi humilde, trabalhou o tempo todo FECHADINHO, sem deixar passar nem uma agulha. Daí, escalou bem, aceitou a opinião da nação, da palavra de Deus, ou de Jesus. Outra coisa: até agora não fez nada do que prometeu qdo assumiu, c relação aos garotos da base. Pelo contrário, eles, lazaro ramon noga João Gomes Vítor Gabriel… Alguns não soube lançar, outros só lançou pressionado, como o Ramon, ontem. Enfim, todos eles praticamente INvoluiram com o Renato. Aliás, a cada dia mais o renatao se assemelha c o RC. Alguém já notou? Desse jeito, UI, não demora muito terá orgulho de ir treinar também o time dasbi bas. Afinal, no fluminense também foi ídolo. Não é vde? Tomara, enfim, q o Renato tenha aprendido, na dorrr… Pelo menos p poder sair no final do ano de cabeça erguida, não o nariz, e dera bo empinadim. E… Jesus voltará!