Braz reclama de calendário apertado e prega busca pelo tri brasileiro ‘na raça’

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Com calendário ‘insano’ na reta final de temporada, o Flamengo busca forças para superar a pontuação do Atlético-MG e conquistar o tricampeonato consecutivo do Brasileirão. Nesta segunda (1), o vice-presidente de futebol do Clube da Gávea, Marcos Braz, voltou a reclamar de tais dificuldades. Já na cidade de Curitiba, no Paraná, local do próximo confronto do Mengo contra o Athletico-PR, o dirigente citou conversas da diretoria com a CBF e pregou foco no título, mesmo em condições não ideais.

– Já temos gente indo na CBF, averiguando isso, mas temos que ouvir a CBF antes de falar qualquer coisa. Temos que ser responsáveis, não podemos ficar só jogando para a galera. O Flamengo vem aqui para tentar continuar na briga do tricampeonato brasileiro – disse Braz, antes de completar:


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


– As dificuldades são enormes, não podemos deixar de usar essa retórica, não é desculpa. O Flamengo joga a cada 66 horas, o que dá menos de três dias, quase dois dias. É muito difícil jogar dessa maneira, mas agora temos que ir até o final assim – finalizou o vice-presidente de futebol do Flamengo, em entrevista ao Canal Rafla Mello.

O próximo passo para o Flamengo seguir na briga pelo título brasileiro é vencer o Athletico-PR, fora de casa. As equipes se enfrentam às 16h (horário de Brasília), na Arena da Baixada, no Paraná. Para o duelo, o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, com a voz de Rafa Penido.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *