Braz revela que teria saído do Flamengo em caso de título no Mundial de 2019

Dirigente afirma que tem o sonho de ser campeão do mundo com o Mais Querido


O Flamengo está prestes a entrar em campo para sua terceira final de Libertadores na história. E a delegação do Rubro-Negro já chegou ao país vizinho para finalizar a preparação para o confronto mais importante do ano. Dirigentes do clube, inclusive, têm concedido entrevistas aos jornalistas que estão presentes na capital uruguaia. Em uma delas, o vice de futebol, Marcos Braz, revelou que teria deixado o cargo caso o Mengo conquistasse o Mundial de 2019.

O homem forte do futebol também fez questão de afirmar que a competição é o maior objetivo dele como dirigente do Flamengo. “Meu sonho é ser campeão do mundo. Bati na trave. E, se tivesse sido campeão, eu tinha saído do Flamengo”, disse Marcos Braz em entrevista ao portal GE.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Vale lembrar que o Mengo venceu a Libertadores de 2019 e, por isso, disputou o Mundial de Clubes da FIFA, no mesmo ano. Na semifinal, o Rubro-Negro bateu o Al-Hilal, da Arábia Saudita, por 3 a 1. No entanto, o Clube da Gávea foi derrotado na decisão pelo Liverpool, da Inglaterra, por 1 a 0, com um gol sofrido na prorrogação.

Agora, o Mengo quer voltar ao torneio, mas para isso precisa vencer a disputa continental. Neste sábado (27), o Flamengo tem pela frente o Palmeiras, rival nacional, e duela em partida única, no Uruguai. A bola rola às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *