Empresários indicam interesse de Carlos Carvalhal no Flamengo; Jorge Jesus pode rever ideia de retorno

FOTO: DIVULGAÇÃO/ BRAGA

É evidente que a queda de rendimento do Flamengo está atrelada diretamente à desordem interna – envolvendo todos departamentos. Recentemente, Renato Gaúcho não escondeu a insatisfação com a falta de respaldo de Rodolfo Landim, presidente do clube, após o mandatário não protestar sobre as polêmicas envolvendo arbitragem no empate em 2 a 2 com o Athletico, na última terça-feira (02). O que se sabe é que já há análise e alguns contatos da diretoria com empresários europeus, que atuam principalmente em Portugal, por Carlos Carvalhal, atualmente no Braga, para próxima temporada.

De acordo com informações do ‘O Globo’, empresários atuantes no futebol português deram sinal positivo e indicaram interesse de Carlos Carvalhal em assumir o Mais Querido na próxima temporada. O possível acordo, por outro lado, faz com que Jorge Jesus reveja a possibilidade de retorno ao Flamengo.

Desejo antigo da diretoria rubro-negra, Carlos Carvalhal falou recentemente sobre a ‘honra’ de ver seu nome novamente em pauta no Flamengo. Vale lembrar que o treinador chegou a ter um ‘acordo verbal’ com o Mais Querido antes de preterir o Braga, de Portugal.

— Quando vim para o Braga cheguei a ter pouco tempo antes um acordo praticamente firmado com o Flamengo. Foi público. A opção foi o Braga, por ser o clube que é, por gostar muito do Braga e também pelos contornos da pandemia. Não teve nada a ver com a parte financeira. O interesse de um clube que é um dos melhores do mundo deixa-me extremamente orgulhoso.

— O certo é que nunca sabemos o dia de amanhã, parafraseando Jorge Jesus: todos os treinadores têm a mala sempre pronta à porta. Não é aquilo que um treinador deseja, porque gosta de levar o seu trabalho até o fim -, disse Carvalhal à imprensa portuguesa.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Renato Gaúcho, que se mantém à frente da comissão técnica do clube, ainda tem respaldo de Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, e do diretor Bruno Spindel. O treinador chegou a entregar o cargo após a eliminação para o Athletico na Copa do Brasil, mas foi mantido por dirigentes, que ainda apostavam em uma recuperação no Brasileirão. O que, apesar das remotas chances matemáticas, já não é mais visto como prioridade.

Portaluppi comanda a equipe nesta sexta-feira (05), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Atlético-GO, no Maracanã. O confronto é válido pela 19ª rodada do Brasileirão e pode levar o Flamengo ao segundo lugar da tabela de classificação do torneio – pelo menos até domingo (07), quando o Palmeiras encara o Santos.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não tentaria o retorno do JJ. Acho que 2019 foi um ano mágico e não se repetirá. Tanto que em 2020, com o JJ ainda no comando, ele não conseguiu fazer o Flamengo jogar como em 2019. Ganhamos o Carioca na sorte, no jogo final contra do Flu. Já em 2020 a barca já estava fazendo água. Tudo bem que o elenco ainda fosse mais fraco que o atual… Deixa o JJ com a linda história dele, mas não podemos nos esquecer que foi ele que decidiu sair, depois de ter renovado com o Flamengo.
    Com relação ao Carvalhal, não o conheço. Deixo para os com maiores informações e conhecimento decidirem. SRN

  • Não é técnico para o Flamengo, primeiro que rejeitou a primeira proposta feito pelo clube e segundo que nunca ganhou nada expressivo.

  • Ok, ele quer vir, mas em quais condições? Vai terminar seu contrato com o Braga antes? Se sim, só estará disponível entre o fim de março e início de abril. Se o Flamengo ganhar a libertadores vai jogar o mundial em fevereiro. Nesse caso vamos esperar alguém até abril? Caso ele queria se desligar do Braga antes, deve ter multa e se tiver, o Flamengo vai ter que pagar? E o salário? Quando Flamengo negociou com ele em 2020 ele estava saindo do Rio Ave e o dólar estava a 5,20. Agora ele está no Braga, que é muito mais tradicional, e o dólar está batendo 5,60. Então o salário pedido certamente não será igual àquela época. Parece ser um bom técnico, e já vimos que vindo de Portugal nem precisa ser estrelado pra fazer um trabalho acima da média do Brasil. Então eu apoiaria a vinda dele, mas tem muita coisa pra ver antes de começar a me iludir com essa notícia.

  • De repente o JJ que botou o que estava faltando no flamengo: ordem! Claro, a sua inteligência também foi fundamental p scertar o time. Com isso, o que realmente o trio pateta liderado p marcos Braz teria teria de grde p termos conquistado muito? Nada?…

  • Se Carvalhal não vier com uma comissão técnica numerosa dele, como fez JJ, vai se dar mal: bate e volta. Além de auxiliar tem que vir com ele no mínimo: preparador físico, fisiologista e analistas de desempenho.