Escolha inédita de Renato Gaúcho passa confiança e dá moral ao Flamengo na reta final da temporada

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

O Flamengo venceu o Atlético-GO por 2 a 0, na última sexta-feira (05), no Maracanã, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em meio aos desfalques e aos reforços, o técnico Renato Gaúcho precisou montar uma equipe que nunca havia ido a campo, principalmente, no setor defensivo. David Luiz, Rodrigo Caio e Ramon foram titulares juntos pela primeira vez.

Essa escolha inédita de Renato funcionou, o Flamengo conseguiu a vitória sem sofrer gols e, com isso, ganha confiança para o restante da temporada. A dupla de zaga considerada titular voltou a atuar junta. David Luiz retornou aos gramados após mais de um mês, assim como Rodrigo Caio, que estava fora dos últimos jogos. Ramon, por sua vez, assumiu a posição após a lesão de Filipe Luís. Os três atletas atuaram por 90 minutos e sustentaram o sistema defensivo do Fla.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Devido a boa atuação, a tendência é que Renato mantenha esta formação para o próximo compromisso. A maior dúvida é Ramon, isso porque, caso Filipe Luís esteja à disposição, o jovem da base retorna ao banco de reservas. No entanto, o camisa 16 ainda não iniciou o trabalho de transição e precisa de reavaliação do Departamento Médico para ir a campo.

Após a vitória, o elenco rubro-negro se reapresentou neste sábado (05) com foco na Chapecoense. O duelo está marcado para segunda-feira (08), às 20h (horário de Brasília), na Arena Condá, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente, o Flamengo é o vice-líder, com 53 pontos, ou seja, nove atrás do líder Atlético-MG. No entanto, o clube carioca possui um jogo atrasado.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Só fez o obvio. A torcida pedia isso a tempos. Nunca colocou o Ramon por teimosia e agora até o Mourinho já enxergou o jogador. Os técnicos brasileiros precisam de formação, não passam de ex-jogadores curiosos.

  • O que me espanta é que até bem pouco tempo os mesmos que hj querem a cabeça do Renato pediam “pelamordedeus” que o Flamengo contratasse ele…rs.
    Aí a diretoria manda ele embora e contrata o JJ novamente. Euforia na torcida! AeroFla pra receber JJ, festa no Ninho! Depois do segundo empatezinho, JJ já não servirá pro Flamengo…kkkkkk. Vai ter hashtag “FORAJESUS” (com todo o respeito ao Filho do Ômi), pedrada em ônibus, pescoção no aeroporto, invasão de CT. bullying de filho de jogador na escola, “foralandim”, “forabraz”, “foragabigol”, “foratodomundo”, etc…

    Essa torcida, não canso de repetir, já foi bem melhor…rs

  • Os técnicos brasileiros pararam no tempo, o Renato é só mais um exemplo disso.
    Criaram o dogma de que todo técnico precisa ser ex jogador, sendo que eles não entendem absolutamente nada de tática, posicionamento, potencialização de valores físicos…. Seguimos por aqui com 442 e 433, nada além disso.

  • Renato é um dos melhores técnicos do país..parem de chorar de barriga cheia!torcida nutella!

  • Se ele não fosse tão teimoso insistindo com o Renê em vários jogos possivelmente mais alguns pontos e mais próximo ao 🐓🐓.

  • Sem dúvida Renato tem seus méritos, mas ainda não está preparado para o Mengão. A diferença é abissal em relação ao trabalho desenvolvido pelo JJ. Os treinamentos, as jogadas ensaiadas, as estratégias, a dinâmica. é chato, foi uma sequência infeliz de tentativas pós-JJ – domenec, RC e agora o Renato – 3 que infelizmente alcançaram vitórias muito mais pela qualidade individual dos jogadores e de algum resquício de esquema coletivo legado, do que pelas ideias deles.

  • Toda essa euforia porque ganhou de quem mesmo do Atlético de Goiás? isso até o Ceará ganha, quanto a minha opinião em relação ao Renato gaúcho não mudou nada, não é treinador.

  • Vcs pode parar de kerer dizer ke Renato e um técnico ele pagou quanto pra vcs???