Jornalista cita múltiplas procuras do Flamengo por Gallardo

Mendel Bydlowski ainda frisou que o Mengão pode não ser o destino ideal para o treinador argentino


Marcelo Gallardo parece ser mesmo o nome forte da diretoria do Flamengo para 2022. Após a saída de Renato, os cartolas do Mengão já começam a monitorar a situação do treinador que, recentemente, recusou uma proposta da Seleção Uruguaia. No entanto, há quem acredite que o comandante não teria uma boa para o Rubro-Negri, especialmente por conta da pressão por títulos. Um deles é o jornalista Mendel Bydlowski que, em entrevista à ESPN Argentina, foi enfático ao falar sobre a relação entre Fla e técnicos.

O comentarista foi convidado pela emissora argentina para discutir sobre o interesse do Flamengo em Marcelo Gallardo. El Muñeco, como é carinhosamente chamado pela torcida do River, está com futuro incerto no clube de Buenos Aires e parece estar em busca de novos ares. Contudo, ao ser perguntado sobre o ambiente do Mengão, Mendel não poupou críticas à pressão e ao imediatismo de torcida e diretoria.

Não é a primeira vez que o Flamengo procura o Gallardo. Antes de contratar o Renato Gaúcho também procuraram o Gallardo para assumir. Mas há uma pressão muito grande no Flamengo sobre os treinadores e não sei se para o Gallardo é vantajoso, pois ele teria que sair campeão no primeiro ano. Rogério Ceni ganhou e saiu. Não é um clube que se tem tranquilidade para trabalhar. Não sei se Flamengo seria um declínio neste cenário para ele – disse.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Além de Gallardo, outros dois nomes parecem agradar a diretoria do Flamengo: Carlos Carvalhal e André Villas-Boas. Vale destacar que ambos tem mercado na Europa, mas já se mostraram satisfeitos com sondagens anteriores. Jorge Jesus também é visto com bons olhos pelos cartolas rubro-negros, mas seria complicado demais trazê-lo. Isso porque, o contrato do Mister com o Benfica se encerra em julho, ou seja, na metade da temporada brasileira.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Essa é a imagem do futebol brasileiro para o mundo. Gallardo está há seis ou sete anos no River. Renato ficou cinco anos no Grêmio e caiu com cinco meses de Flamengo. É isso que vão olhar e pensar se vale a pena vir. Não é pelo dinheiro.