Renato justifica utilização de Renê no lugar de Ramon: “Tenho que ter o plano A, B e C”

No último domingo (14), o Flamengo goleou o São Paulo por 4 a 0, no Morumbi, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para esta partida, Renato Gaúcho surpreendeu ao colocar Renê novamente entre os titulares, visto que Ramon era quem ocupava a posição na ausência de Filipe Luís.

Em entrevista coletiva, o treinador justificou a mudança e afirmou que precisa de um planejamento para dar ritmo a todos os atletas do elenco. Renato revelou que precisa ter um plano A, B e C, caso Filipe Luís não atue na final da Libertadores, contra o Palmeiras, no dia 27 deste mês.

— O importante é que nos temos três grandes laterais. O Renê também é um grande jogador, um grande lateral. É seguir a nossa programação, nosso planejamento. Eu não posso ficar somente no Ramon. O Filipe está entregue ao Departamento Médico, a gente torce para que ele possa voltar o mais rápido possível. Mas, se por um acaso isso não acontecer, eu tenho que ter o plano A, B e C. Eu tenho que ter o Renê com ritmo de jogo, porque não sei o que vai acontecer até o dia 27 – e continuou:


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


— Então, o Renê jogou hoje e jogou muito bem. E é importante seguir o que eu falei: nossa programação, nosso planejamento, é dar ritmo para todo mundo, recuperar todos os jogadores do Departamento Médico, dar ritmo de jogo para todo mundo porque até o dia 27 tem muita coisa para acontecer. Então, se por um acaso acontecer alguma coisa com outro jogador, eu tenho certeza que o jogador da posição vai dar conta do recado – finalizou.
No entanto, apesar de Renato demonstrar preocupação, Filipe Luís pode ser uma boa notícia para o próximo compromisso. O lateral, que estava fora desde o dia 29 de outubro, está recuperado da lesão na panturrilha esquerda, foi reintegrado ao elenco e deve ser relacionado para encarar o Corinthians, na quarta (17), às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, pela 33ª rodada do Brasileirão.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • PQP, já está dando no saco essa implicância com o Renê! Ele pode não ser o lateral dos sonhos, mas é um bom jogador e que atende as necessidades do time quando precisa. E mesmo que ele seja a 3a. opção do setor, ainda assim é um jogador importante para ser mantido no plantel. Foi eleito o melhor lateral-esquerdo do Brasileiro de 2018 não foi à toa.