Tiro para o alto e confusão nos arredores: Flamengo passa por susto durante treino no CT da Chapecoense

FOTO: REPRODUÇÃO
A delegação do Flamengo já está em Chapecó, no sul do país, para o duelo desta segunda-feira (08) diante da Chapecoense, pela 30ª rodada do Brasileirão. Entretanto, uma confusão envolvendo moradores da região e torcedores do rubro-negros ocorreu na véspera da partida, neste domingo (07). De acordo com o portal “ge”, tiros foram disparados próximo ao local onde o clube carioca realizava treinamento, e inclusive, chegou a assustar o elenco.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Segundo o portal, os torcedores do Flamengo estavam em um barranco assistindo ao treino da equipe, quando uma pessoa de uma festa próxima teria ido tirar satisfações com um rubro-negro que estava com uma criança no colo. O grupo então teria ficado incomodado com a atitude e foram defender o rapaz. Instantes depois, o morador voltou com mais pessoas e portava facões, enxadas e pedras, indo para cima dos torcedores. Em dado momento, houve disparos de tiros para o alto. A confusão assustou os jogadores e a comissão técnica, que pediram que o tumulto fosse encerrado.

CONFIRA O REGISTRO DA POLÍCIA MILITAR:

Guarnição empenhada via CRE para atendimento de briga generalizada no CT água amarela, onde havia diversos masculinos armados com armas de fogo e com foices e enxadas. No local já havia ocorrido vários disparos de arma de fogo. Ao chegar na ocorrência a guarnição constatou uma intensa briga no local, porém ao avistarem a guarnição, vários masculinos que estavam envolvido na briga tentaram se evadir do local, pulando o muro da residência a frente cuja foi constatada se tratar da residência de um dos envolvidos, no local foi avistado um rifle calibre .22 com luneta e silenciador, possivelmente utilizado durante a briga. Contudo a guarnição tentou identificar o máximo possível de envolvidos e encaminhou a central de polícia para procedimentos. Os moradores da residência estavam muito embriagados alterados no local, a todo momento dificultando o serviço policial. Com a chegada de apoio a situação foi controlada. Uma testemunha homem 38 anos, autores três homens 46,41,39 anos e uma vítima homem 39 anos conduzidos a CPP para os procedimentos cabíveis”.

A Polícia Militar, inclusive, apreendeu uma arma de fogo que estava sob posse dos moradores. Após o episódio, a Chapecoense divulgou uma nota na qual afirma não ter participação nenhuma no episódio, além de reiterar que cedeu o CT Água Amarela ao Flamengo, em um ato de cordialidade.

VEJA A NOTA DA CHAPECOENSE:

A Associação Chapecoense de Futebol vem a público a fim de esclarecer que o clube – bem como os seus colaboradores ou torcedores – nada têm a ver com os transtornos ocorridos nos arredores do CT Água Amarela na tarde deste domingo (07). A agremiação reitera que no momento dos fatos o centro de treinamentos estava sendo utilizado pela delegação do Flamengo – que pôde treinar no espaço num ato de cordialidade da Chapecoense. O clube alviverde sempre condenou de forma veemente quaisquer atos de violência e tem a convicção de que fatos como esse são isolados e não representam a comunidade chapecoense – sempre respeitosa com todos os adversários”.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *