VAR tem interferência negativa para o Fla em nove lances do Brasileirão

Árbitro de vídeo foi responsável por alterar decisões que poderiam ‘mudar a vida’ do Fla no Brasileirão


O Campeonato Brasileiro está na reta final, e o Flamengo é o vice-colocado da tabela, com 67 pontos – 11 a menos que o líder Atlético-MG. No entanto, caso a arbitragem desta edição não tivesse protagonizado tantas polêmicas, a classificação do torneio poderia estar diferente, visto que o VAR interferiu em nove lances contra o Rubro-Negro (entre decisões acertadas e equivocadas).

Atual bicampeão do Brasileiro, o Flamengo tropeçou em diversos jogos que poderiam manter o time vivo na briga pelo tri inédito, mas não se pode ignorar a arbitragem. Foram nove marcações contrárias e apenas quatro a favor, um saldo negativo de cinco decisões para o Mengo.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Relembre os casos em que houve interferência negativa do VAR:

Internacional 1 x 2 Flamengo – gol anulado de Kenedy
Athletico-PR 2 x 2 Flamengo – arbitragem de campo assinalou impedimento do time paranaense, mas VAR validou o lance
Athletico-PR 2 x 2 Flamengo – arbitragem expulsa Kayser após agressão em Léo Pereira, mas muda de decisão após VAR e aplica amarelo
Flamengo 1 x 0 Grêmio – pênalti a favor do time gaúcho
Flamengo 2 x 0 Sport – gol anulado de João Gomes
Corinthians 1 x 3 Flamengo – gol anulado de Bruno Henrique
Flamengo 5 x 1 São Paulo – gol anulado de Bruno Henrique
Flamengo 2 x 0 América-MG – pênalti anulado em Bruno Henrique

Como dito anteriormente, o Flamengo tropeçou em diversos jogos que poderiam mudar os rumos do Brasileirão e, com apenas quatro jogos para o fim do torneio, as chances de título são nulas. E nesta terça-feira (30), o Mengo volta a campo pela competição nacional, para buscar mais três pontos na tabela e se manter na segunda colocação, já pensando na premiação.

Sendo assim, o Flamengo entra em campo na noite desta terça, às 20h (horário de Brasília), para enfrentar o Ceará, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida terá Maracanã cheio, visto que mais de 40 mil ingressos já foram comercializados para o duelo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Quem tiver dúvidas, é só checar: Contra o Cuiabá, erro capital contra o Flamengo deu empate e o Flamengo perdeu 2 pontos.
    Contra o Atlético Paranaense erro capital grave do Juiz e do VAR, também tirou 2 pontos do Flamengo.
    Contra o Chapecoense dois erros graves do juiz e do VAR, tirou 2 pontos do Flamengo. Seriam 6 pontos por erros de direito.
    Quase todos o jogos do Atlético Mineiro, há sempre um pênalti duvido que dá vitória ao Atlético com diferença de um gol.

  • E vamos lembrar que no lance do Kayzer, o VAR interviu de forma errada (pois era uma decisão técnica e o juiz viu o lance) admitiu que houve agressão com socos e chutes, e mesmo assim mandou o juiz reverter a situação e manter o jogador no jogo. E que este jogador fez um dos gols do empate (portanto, houve influência clara no resultado).

    Tudo isso fora os lances em que o juiz decidiu sem o uso do VAR, como os lances de pênalti no Gabigol e o impedimento ridículo contra a Chapecoense, etc.
    Some-se a isso todos os pênaltis duvidosos que o Atlético-MG ganhou (só de cabeça lembro de dois contra o Santos, um contra o Grêmio, Fluminense, Red Bull).

    Mesmo com todos os tropeços que tivemos, estaríamos nadando de braçada nesse brasileiro. Espero que a Diretoria não seja tão banana e faça valer nossos direitos nos próximos campeonatos.