Braz ironiza polêmica com o Benfica: “Nunca fui à casa de ninguém sem ter sido convidado”

Braz e Spindel estão em Portugal para contratar novo treinador do Flamengo


Os dias do Flamengo estão movimentados à procura de um técnico para 2022. O nome preferido é Jorge Jesus, mas, apesar do suposto ‘sim’, o braço direito de Mister, João de Deus, cravou a permanência no Benfica (Portugal). Houve um encontro entre Jesus e o Rubro-Negro. Marcos Braz, vice-presidente de futebol, comentou sobre a conversa e fugiu de polêmicas.

Ao que tudo indica, Braz e Spindel, diretor executivo de futebol, se encontraram com Jorge Jesus na casa do treinador na noite da última terça-feira (21). O encontro não foi ‘bem-visto’ pela imprensa portuguesa e o vice-presidente rebateu a repercussão: “Nunca fui à casa de ninguém sem ter sido convidado. Se há algum problema, não é meu. Não fui o causador disso”.

Como dito, há uma insatisfação da mídia de Portugal sobre a presença do Flamengo em Lisboa. Isso porque, entende-se como um ‘assédio’ a Jorge Jesus, no entanto, Marcos Braz aproveitou para relembrar a postura do Benfica quando executou a contratação do treinador em 2020 e, por fim, o dirigente fugiu das polêmicas.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


— Se há algum problema dos adeptos do Benfica ou do Jorge Jesus, não quero potenciar isso. Não quero criar problemas para ninguém. Não temos nada a ver com qualquer questão que exista entre eles. O problema, se existe, repito, não é nosso. Não é do Flamengo. Há ano e meio o presidente do Benfica foi ao Rio de Janeiro num jato e voltou com o Jorge Jesus. Isso aconteceu e nunca reclamei, como se diz no Brasil, nunca dei um pio. Nunca falei absolutamente nada sobre isso — realçou o vice-presidente do rubro negro – antes de concluir:

— Nada está sendo feito às escondidas. Fiquei instalado no mesmo hotel de sempre e estou com o Bruno (Macedo), que ajudou no processo empresarial a levar o Mister para o Brasil. Tenho falado com pessoas com as quais sempre tive relacionamento. Viemos fazer a mesma coisa no pós-pandemia sem com isso pretender arrumar problemas para ninguémfinalizou ao O Globo.

Para negociar com Jorge Jesus, o Flamengo precisa sentar à mesa com o presidente do Benfica, Rui Costa. As partes possuem contrato até maio de 2022 e uma multa rescisória de seis milhões de euros, ou seja, quase de R$ 40 milhões na cotação atual. O valor corresponde a Jesus e toda a sua comissão técnica. 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *