Flamengo muda preparadores físicos e espera diminuir lesões em 2022

Além de novo treinador, Rubro-Negro terá comissão técnica diferente na próxima temporada

Na última quarta-feira (29), o Flamengo anunciou Paulo Sousa como o novo comandante da equipe para a temporada 2022. Além do treinador, uma comissão técnica composta por sete pessoas também chegará ao Mais Querido, sendo dois preparadores físicos, dois auxiliares, um analista de desempenho, um preparador de goleiros e um auxiliar para a parte tecnológica.

A reformulação na comissão técnica, sobretudo com os novos preparadores físicos e o treinador de goleiros, cria uma onda de expectativa sobre um tema que preocupou a torcida rubro-negra na última temporada: a quantidade de lesões. Em um recorte de menos de cinco meses em 2021, o Fla precisou lidar com mais de 60 ausências. Ao todo, do dia 13 de julho ao dia 09 de dezembro, o Mengo disputou 42 jogos e chegou aos 65 desfalques.

Agora, os integrantes da comissão técnica da Paulo Sousa terão que driblar o problema da parte física e das constantes lesões para mostrar a evolução que os torcedores tanto cobraram no decorrer de 2021. Os novos preparadores são Antônio Gomez e Lluis Sala. Já o treinador de goleiros é Paulo Grilo.

Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!

Caberá ao trio trabalhar junto ao Departamento Médico do Fla para ajudar o elenco rubro-negro a se preparar fisicamente para que a quantidade de lesões seja reduzida. A experiência dos três em clubes europeus pode ser o diferencial da nova comissão técnica do Fla para a próxima temporada.

Vale lembrar que o espanhol Antônio Gomez, de 45 anos, acumula passagens por Liverpool (Inglaterra), Sunderland (Inglaterra) e Barcelona (Espanha), onde trabalhou diretamente com jogadores como Messi, Suárez, Neymar, Rafinha e Iniesta, ajudando a vencer o campeonato espanhol duas vezes. Cabe a ele fazer o desenvolvimento dos planos individuais de prevenção e de força para cada jogador, além de ligar o staff com o departamento médico.

Já Lluis Sala trabalha com Paulo Sousa desde o Girondins de Bordeaux, em 2019. É especialista no treino individual de força, além de ser o preparador físico mais presente no desenvolvimento e aplicação dos treinos individuais, em conjunto com Antônio Gomez. Atua na última fase de integração dos jogadores após lesão.

Assim como Lluis Sala, Paulo Grilo integra a comissão técnica de Paulo Sousa desde o Girondins de Bordeaux (2019) e tem experiência com diferentes culturas. Tem atuado na preparação de goleiros como Costil, da Seleção Francesa, além de Szczęsny, titular da Juventus.

Além dos três membros mencionados acima, Paulo Sousa chegará ao Brasil com outros quatro integrantes para sua comissão. Manuel Cordeiro (Treinador adjunto) e Victor Sanches (Auxiliar adjunto) são os auxiliares técnicos; Cosimo Cappagli é o analista de desempenho, e César Andrade é auxiliar na parte tecnológica.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *