Flamengo prevê arrecadar quase R$ 850 milhões sem precisar vender atletas

Rubro-Negro deve chegar a valor bilionários com a negociação de jogadores


Nesta semana, o Flamengo divulgou o orçamento para 2022 após a aprovação no Conselho Administrativo. No documento, o Rubro-Negro projeta uma receita bilionária no próximo ano e, não à toa, prevê quase R$ 850 milhões em receitas recorrentes, ou seja, sem negociação de atletas.


Para 2022, o Flamengo esperar chegar a R$ 847 milhões de arrecadação, em números que envolvem: direitos de transmissão e prêmios, bilheteria e sócio-torcedor, marketing e publicidade, além do social. Este valor corresponde a R$ 224 milhões a mais se comparado a temporada de 2021.

– Social e outras: 44 milhões
– Bilheteria e ST: 151 milhões
– Marketing e Publicidade: 292 milhões
– Direitos de transmissão: 360 milhões


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Essa meta das receitas recorrentes é o caminho para o Flamengo atingir a receita bilionária prevista no orçamento. Isso porque, a estimativa total do clube carioca é chegar a R$ 1,03 bilhão ao fim do ano de 2022, além disso, ter um superávit de R$ 186 milhões.

Por fim, o Flamengo prevê também reduzir o endividamento em R$ 120 milhões, deixando assim um “saldo de caixa seguro“. Em meio a isso, o Rubro-Negro demonstra uma organização para a temporada 2022, agora, os resultados precisam refletir dentro das quatro linhas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *