Jornalista sugere acordo ‘informal’ por Jorge Jesus em 2022

Especialista entende que Flamengo deve definir a situação do português de uma vez por todas


Sem qualquer aspiração nesta reta final de temporada, o Flamengo encara o presente como ‘tempo extra’ para programar o futuro. O principal objetivo do clube para 2022 é encontrar o treinador ideal para dar continuidade ao que foi iniciado com Jorge Jesus, em 2019. Para isso, é claro, o nome do próprio Mister retorna ao topo da lista de desejos da Nação. O jornalista André Rocha considera que o clube precisa definir de vez se há possibilidade de retorno no início da temporada ou se as partes precisam firmar um compromisso informal pela vinda no meio do ano que vem.

O Flamengo vive um “sebastianismo” desde meados de 2020. Tudo de bom que Domènec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho fizeram foi tratado como “resgate” de 2019. Jesus é um messias que manda recados carinhosos de Lisboa, alimentando o sonho da volta triunfal e colocando pressão no técnico rubro-negro da vez. Então que ele seja tratado como prioridade absoluta.

Uma conversa simples e objetiva precisa acontecer: pode vir em janeiro? Caso sobreviva, especialmente na Champions que depende de vitória em casa sobre o Dinamo de Kiev e derrota do Barcelona para o Bayern em Munique, a possibilidade seria só no final do contrato, em junho. Então que o clube brasileiro e o treinador firmem um compromisso, ainda que informal, para a volta no meio do ano. Até lá, um treinador ”tampão”, brasileiro mesmo. Não o auxiliar Maurício de Souza, que até ostenta bom retrospecto quando comanda o time principal.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Questões para pensar e decidir rápido, logo depois da eleição de hoje, sábado (4), que reelegerá Rodolfo Landim. O Flamengo deve esperar ou esquecer Jorge Jesus para a próxima temporada. O português está na história do clube, para muitos é o maior e melhor de todos os tempos, mas ou volta para seguir a história vencedora, ou abre espaço definitivamente para que outro conquiste o amor e a confiança do torcedor –, disse.

Cabe pontuar que, apesar de favorito entre torcedores, o caminho de Jorge Jesus não é o mais próximo do Flamengo neste momento. Carlos Carvalhal é o mais cotado por pessoas envolvidas com o clube e o que mais demonstra interesse no atual projeto do Rubro-Negro. Marcelo Gallardo, atualmente no River, é outra opção que interessa os cariocas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *