Rui Vitória entra em pauta e se reunirá com dirigentes do Flamengo em Portugal

Com apenas 42,3% de aproveitamento no último trabalho, treinador já teve rusgas com Gabigol, ídolo rubro-negro


O Flamengo tem uma série de reuniões para fazer em Portugal, a partir de domingo (19), e Rui Vitória será um dos técnicos que baterão um papo ‘olho no olho‘ com os dirigentes cariocas. O treinador português saiu do Spartak Moscou, da Rússia, na última quarta-feira (15) e entrou em pauta no Rubro-Negro.

Marcos Braz, vice-presidente de futebol, e Bruno Spindel, diretor executivo da pasta, se reunirão com Jorge Jesus, Paulo Sousa, Paulo Fonseca, Carlos Carvalhal e Rui Vitória. Este último virou novidade, pois, até o meio desta semana, estava na Rússia e dificilmente conseguiria encontrar os dirigentes rubro-negros.

O Spartak, contudo, comunicou que as partes chegaram a um comum acordo, e o técnico saiu do time russo, onde ficou sete meses, com nove vitórias, seis empates e 11 derrotas, tendo 42,3% de aproveitamento. Na nota publicada, o clube de Moscou elogiou: O português ficará para sempre na história do Spartak como o treinador que levou a equipa dos primeiros lugares do grupo aos playoffs da Liga Europa. O clube agradece ao Rui por mais este feito”.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Por outro lado, o clube destacou que era preciso recolocar o time nos trilhos dentro do Campeonato Russo, onde é nono colocado. Com isso, Rui Vitória, de 51 anos, está livre no mercado e virou mais um alvo do Flamengo. A informação foi divulgada primeiramente pelo GE. Porém, vale lembrar, que o técnico já viveu uma espécie de ‘guerra fria‘ com Gabriel Barbosa, ídolo do Fla.

Na época, treinador e centroavante estavam no Benfica, de Portugal, e Rui Vitória se negava a chamar o atleta de ‘Gabigol‘. Além disso, o técnico deu pouquíssimas oportunidades ao atacante e liberou facilmente o jogador para retornar ao Santos. Internamente, os dois não tinham um bom relacionamento, embora nunca tenham chegado a discutir.

No Spartak Moscou, Rui Vitória tinha quatro profissionais pessoais na sua comissão técnica: Arnaldo Teixeira, Sergio Botelou, Luis Esteves e Walter Dias. Como deseja fazer uma reestruturação no departamento de futebol, o Flamengo vê com bons olhos contratar um treinador que já tem um estafe mais recheado e, por isso, a tendência é que, se chegar a ser contratado, outras pessoas de confiança se juntem aos nomes citados.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • A mesma história do ano 2021 um técnico que não passou de auxiliar do Mourinho para 2022 em 2021 foi o auxiliar do Pepe Guardiola. Diretoria do flamengo está tentando agora criar técnico ou lavar dinheiro? Já disse se é para esperar o mister que é melhor coloque Felipe Luis de técnico e junho tragam o mister. Quando contrataram o Rogério Ceni eu disse que ele não era técnico para o mengão . Agora Landim cria vergonha e faça o certo pois a torcida do flamengo não aguenta ler, assistir e ouvir que o flamengo tem receita e jogadores mas não tem técnico para controlar treinar e beira de campo armar o time para ganhar.
    Vergonha landim e Brás.

  • Kkkk , vai começar o ano e mais uma vez sem técnico, uma vergonha, depois não adianta reclamar que não ganha nada, esse técnico aí pelo amor, só olha o aproveitamento dele, isso não serve pro flamengo….. tem muito técnico bom aí é só dá um pouco de tempo pra trabalhar….. lembrando que JJ foi embora sem pensar duas vezes….tem que acordar se não vai ficar pra trás.

  • Rui Vitória está muito longe de ser um técnico sem expressão. Ele foi o substituto do Jorge Jesus na sua primeira passagem no Benfica. Logo no primeiro ano foi campeão português com a maior pontuação da história da competição e levou o Benfica às quartas de finais da Champions quando perdeu pro Bayern por 3 a 2 no agregado. Rui Vitória ficou 3 anos e meio no Benfica e conquistou o título nacional 2 vezes. Jorge Jesus, somada as duas passagens, tem 7 anos e meio no Benfica e conquistou 3 títulos. Antes do Benfica Rui Vitória foi campeão da taça de Portugal com o Vitória de Guimarães e vice campeão com o Paços de Ferreira, ambas as finais contra o Benfica do Jorge Jesus. Então ele é sim um técnico importante do futebol português. A única coisa que me preocuparia se viesse é o relacionamento com o Gabigol.

  • Pronto. Tecnicos portugueses sem expressao nenhuma agora se tornaram o supra sumo da excelencia.Parece ate que nao há outras opçoes . Vao trazer outo Domenec ?