Tem mercado? Jornalista analisa situação de Jorge Jesus na Europa

Luiz Antônio Simas confirmou que retornar ao Brasil não era o plano inicial do Mister


Na última quinta-feira (23), Jorge Jesus sofreu um grande baque no comando do Benfica. Em partida válida pela Taça de Portugal, os Encarnados perderam para o arquirrival Porto por 3 a 0 e deram adeus à competição. Mesmo suspenso, o Mister foi o maior alvo de críticas e, agora, balança no cargo com o Flamengo ‘na espreita’ por um retorno ao Brasil. No entanto, para o jornalista Luiz Antônio Simas, voltar às Terras Canarinhas não era o ‘plano A’ do treinador português.

Em meio ao programa ‘Redação SporTV’, o comentarista frisou que Jesus planejava ter projeção no Benfica. Caso conseguisse, ele ficaria apto a assumir o comando de um clube da ‘primeira prateleira’ do futebol europeu, como Real Madrid, Barcelona e Bayern de Munique. No entanto, a passagem do Mister pelos Encarnados não foi boa e, por isso, o retorno ao Brasil é visto com bons olhos no momento.

A princípio eu acho que era um passo atrás, acho que não era isso que ele queria. Me parece que o Jorge Jesus queria voltar a Europa e ganhar uma projeção grande. Fica complicado falar ‘um passo atrás’ porque ele voltaria para um clube da grandeza do Flamengo, mas me parece que não era o planejamento dele. Até porque, caindo no Benfica, ele não tem mercado na primeira prateleira na Europa, por isso a ideia de sair – disse, antes de completar:

No primeiro patamar da Europa não tem lugar para o Jorge Jesus. Por isso, de qualquer maneira, eu vejo que esse não era o plano inicial dele. E a volta dele no fim das contas, para a direção do Flamengo, é algo interessante. A direção do Flamengo de certa maneira diz o seguinte: ‘nós fizemos o que vocês queriam, se der certo ótimo, se não nós não podemos ser acusados de nada’ – finalizou o jornalista.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Com Jesus ‘na mira’, Braz e Spindel seguem monitorando a situação de perto. No entanto, a resposta final de Jorge Jesus sobre a negociação acontecerá apenas no dia 30, após a partida contra o Porto. Eliminado da Taça de Portugal, o Benfica ainda pode brigar pelo Campeonato Português, mas a vitória contra o rival, no Estádio do Dragão, é essencial. Apesar disso, uma reunião entre os dirigentes dos Encarnados manteve Jorge Jesus após a goleada sofrida.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *