Torcedor do Fla se destaca com fortuna de R$ 42 bilhões e vira ‘celebridade’ na web

O rubro-negro tem patrimônimo dez vezes superior ao de Leila Pereira, do Palmeiras


Que o Flamengo tem uma Nação que ultrapassa os 45 milhões de pessoas todo mundo sabe. No entanto, um nome chamou a atenção: o do empresário Carlos Alberto da Veiga Sicupira, conhecido como ‘Beto Sicupira’. Isso porque, ele é considerado o torcedor rubro-negro mais rico.

Com uma fortuna avaliada em R$ 42,64 bilhões (segundo a lista da Forbes 2020), Beto lidera a lista divulgada pelo portal ‘QR Capital’. Outro nome que chama atenção no ranking é o de Leila Pereira que, além de torcedora do Palmeiras, atualmente é presidenta do clube paulista. A adepta tem riqueza ajuizado no valor de R$ 4 bilhões e aparece em oitavo lugar.

VEJA RANKING DE TORCEDORES MAIS RICOS (R$ bilhões):

  1. Flamengo – Beto Sicupira (42 bi)
  2. Corinthians – Vicky Safra (41 bi)
  3. Fluminense – André Esteves (39 bi)
  4. São Paulo – Abilio Diniz (14 bi)
  5. Grêmio – Alexandre Grendene (11 bi)
  6. Atlético-MG – Rubens Menin (8 bi)
  7. Internacional – Pedro Grendene (5 bi)
  8. Palmeiras – Leila Pereira (4 bi)

Vale ressaltar que Beto Sicupira é um dos três nomes por trás do sucesso da Ambev, a maior empresa de bebidas do mundo. O rubro-negro ainda é um dos fundadores do ‘3G Capital’, fundo que comprou Burger King, Tim Hortons, Popeyes e Kraft-Heinz.

Com Beto na torcida, o Flamengo caminha para encerrar a temporada de 2021. Na próxima segunda-feira (06), o Mais Querido encara o Santos, na última partida da equipe no Maracanã, pela 37ª rodada do Brasileirão. O duelo acontecerá às 20h (horário de Brasília). Já na quinta-feira (09), o Fla visita o Atlético Goianiense, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O que interessa ao torcedor do Flamengo a fortuna do Beto Sicupira? Se ele aplicasse ou desse para o clube uma pequena parte dessa fortuna – digamos, 10% ou 4.200 bilhões -, tudo bem, daria pra construir o estádio, parque pra skate (olha a ideia aí) e o que mais fosse necessário pra tornar o Flamengo um dos clubes mais ricos do planeta com zero de dívida. Fora isso, não me diz respeito.

  • Língua Portuguesa

    Presidente ou presidenta, qual o certo?

    Diogo Arrais, professor de língua portuguesa do Damásio Educacional, acaba de uma vez por todas com a polêmica a respeito do uso da forma presidenta
    Com a vinda do Papa Francisco ao Brasil, uma polêmica voltou à tona: qual é a forma correta: “presidente” ou “presidenta”? Existem as duas formas. Sim! As duas formas são registradas pela Academia Brasileira de Letras (no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa), pelo respeitadíssimo dicionário Houaiss, pelo Aurélio e tantos outros.

    Em um concurso público, por exemplo, o candidato pode fazer uso da forma “presidenta” e não perderá nota referente à língua-padrão. Por quê? Justamente porque a grafia é secular, tem o aval da Academia, dos dicionários e do uso popular.

    Apesar disso, muitos preferem o uso de “a presidente”, pelo fato de nomes de dois gêneros terminados em -ente não apresentarem flexão de gênero, finalizando-os em –a. Alguns exemplos: crente, gerente, docente, discente, servente. Para os que assim creem, o artigo definido é o bastante para a variação em gênero.

    É também interessante notar a existência de “presidenta”, desde 1899, pelo dicionário de Cândido de Figueiredo:

    “Presidenta, f. (neol.) mulher que preside; mulher de um presidente. (Fem. de presidente.)”

     Editado por Camila Pati

  • Oque seria niodio?

  • Nenhum deles chega aos calcanhar dos irmãos Moreira Salles (botafoguenses) que exploram o niodio no Brasil.

  • Essa informação mudou a minha vida e a do Clube de Regatas Flamengo

  • “Presidenta” é o caramba! Não existe esta palavra na língua portuguesa . Quem preside é o ou a Presidente. Um portal de noticias deve ser correto com a norma culta. SRN

  • “Presidenta” ? A lacração já começou mal. Daqui a pouco irão escrever “TODES”. Por fim, matéria lixo.

  • Rapaz, fazem lacração até sobre reportagem de torcedores afortunados no Brasil. Se esses caras não fizeram fortuna com dinheiro do BNDES( proveniente dos nossos impostos e dados a juros negativos para donos de frigoríficos em Goiás comprarem empresas nos Estados Unidos), que eles sejam felizes com suas respectivas fortunas. O mais interessante dessa reportagem é que, se a fortuna do Menin for de “apenas” de 8 bilhões de reais, em breve, o galinho assado de Minas vai empacar e não poderá manter a atual política de investimentos, que é totalmente fora da realidade do futebol mineiro. O Atlético jamais vai conseguir subir sua arrecadação para os patamares atuais de gastos, por isso vai se endividar e dependerá a cada ano de mais dinheiro dos Menin. Nos próximos anos, teremos um novo Cruzeiro em BH.

  • “Presidenta”? Analfabetismo funcional detectado.

  • Matérias são colocadas na mídia pra todo tipo de leitor.
    Lê quem se interessar pelo assunto.
    Hoje em dia tem mimimi pra tudo.
    Se eu escrevo, logo estou errado, se deixo de escrever, sou desinteressado e por aí vai.
    Onde vamos parar?

  • Para que time torciam os que foram chacinados recentemente? As menininhas vitimadas por balas perdidas nos últimos 3 anos? A maioria das vitimas de Covid que poderiam ter sido salvas? Quantas são torcedores do Flamengo entre os cerca de 26 milhões de brasileiros que estão passando fome? Quantos, entre os 14, 7% dos trabalhadores que estão desempregados? O que é que o torcedor “que se destaca” tem a ver com tudo isso? Quantos são torcedores do Flamengo os brasileiros alienados que não sentem asco lendo matérias como essa?